Como foi o encontro de blogs científicos

No primeiro dia, quinta-feira passada, não pude ir. Passei o tempo trabalhando e – como pode ver no post anterior – à noite estava na entrega do cheque e do chiclete com o “cometa Halley”. Depois da “premiação”, saí direto para a estrada rumo Ribeirão Preto. Local do encontro.
Bom, sexta de manhã fomos para a USP dar início às palestras. Fazendo um resumão, debateu-se muito sobre como passar as informações da maneira mais correta e como alcançar as pessoas interessadas. Afinal, a maioria dos blogueiros é competentíssima e escreve muito bem. Privilegiados, é verdade.  Assim…
Chegamos, facilmente e rapidinho, à conclusão de que estamos marginalizados na blogosfera. Como fazer o leitor interessado chegar aos nossos blogues? Poxa, ciência é bacana e importante. Principalmente, para criar nossa própria opinião sobre o mundo e consciência do que se passa – fazem – conosco.
Além de  política, futebol, gossip… Também tenho fé de que o internauta se interessa pelos assuntos como os tratados aqui. Afinal, se as pessoas procuram diversão, ciência pode ser um arraso. E muito atraente, sexy, glamurosa. Mas um detalhe me deixou deveras contente.
O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) foi o patrocinador do nosso humilde evento – isso mesmo! Com todo seu poder e força, apareceu para quebrar a burocracia. Pasme. O MCT quer participar ativamente da internet. Vem novidades por aí. Eles foram solícitos e estão repletos de projetos novos que podem nos englobar. Pobres seres apreciadores da ciência.
Foram dois dias de I Encontro de Weblogs Científicos em Língua Portuguesa (I EWCLiPo). No próximo ano, pretende-se fazer em agosto lá no Rio de Janeiro. Provavelmente, em uma cidade litorânea, pequena, baratinha, de sábado e domingo. A idéia é escolher um lugar de fácil acesso, onde exista pacote que englobe tudo – transporte, comer e dormir – e cidade pequena para ninguém ficar disperso. Afinal, é bárbaro ver a “cara” dos blogues!
Quer saber mais? Alguns blogueiros também deram seus pitacos sobre o evento:

Participantes, sou a de discreta franja. Pô, reparou que só tem homem? Cadê o meu gênero?!? Mulheres, uni-vos!
Participantes, sou a de "discreta" franja. Pô, reparou que só tem homem? Cadê o meu gênero?!? Mulheres, uni-vos!

Mesa redonda. Da direita para a esquerda, Atila do Rainha Vermelha, Osame do Semciência e eu do Xis-xis. O mundo é nerd, proferi.
Mesa redonda. Da direita para a esquerda, Átila do Rainha Vermelha, Osame do Semciência e eu do Xis-xis. Repare não que os dois estão com olhos vermelhos e eu com os meus fechados. "O mundo é nerd", proferi.

13 comentários em “Como foi o encontro de blogs científicos”

  1. Há muito bom .. eu concordo com isto mesmo.,.. das formas de se chegar até os leitores de blogs científicos…
    Não sei como será minha situação ano que vem … mas se eu puder ir .. há irei sim
    E deixe-nos sempre aparte do que o MCT vai ajudar neste caso!!
    Obrigada
    e
    Sucesso sempre 😀

  2. Isso é uma realidade. Concluí o curso de biologia semana passada (rs, colo grau ano que vem) e estou sempre acessando a internet, o mais interessante é que ao longo de todo o curso ainda não tinha percebido a existência de blogs científicos, apenas neste semestre é que me dei conta, e estou mais surpreso ainda em ver a organização de vocês, discutindo pontos que possam trabalhar uma melhora, realmente mostram que estão bem avançados.
    Fico contente, sinto que a ciência tem descoberto um tanto de coisas novas, porém, pouco é divulgado, e estes blogs fazem esse papel importante, eu mesmo estou pensando em organizar um também.
    Grato à você também Ísis pelo trabalho.
    Abraço.

  3. Alesssandra e Daiane, garanto que irá gostar! Caso contrário, seu dinheiro de volta, rs.
    Gabriel, vem não que vc tb tá caidinho por esse mundinho. Pior, lá da Mama África!
    Moisés, muito obrigada! Venha participar desse maravilhoso mundo blogosférico científico!
    Dedalus, depois a mulherada reclama que não tem homem – com razão, claro. Mas… O próximo encontro pode ser uma oportunidade de sair de mãos dadas!

  4. Ísis, se o MCT entrar, vai ser realmente revolucionário. Vamos torcer, mas também nos organizar para quando as oportunidades aparecerem estarmos prontos. Dedalus, se você acha que tem muito homem na foto, precisava ver a confraternização no Pinguím na primeira noite… Mas por exemplo, no curso de graduação em Biologia da UFRJ, historicamente, mais de 70% dos alunos são mulheres. Se elas começarem a escrever, tenho certeza que no próximo encontro que esses números vão se reverter.

  5. Assunto 1: Seria ótimo o MCT entrar na onda, mas também temo por algo do tipo que o Luis Brudna falou… ..esperemos o melhor… mas estejam armados.. hehehehe
    Assunto 2: Segundo a foto, 29,63% de mulheres… onde estarão as mulheres escritoras de ciencia?? ..produzindo artigos???
    Assunto 3: Isis, precisarei divergir da sua afirmação –“a maioria dos blogueiros é competentíssima e escreve muito bem”. …talvez até sejam competentes nas suas respectivas áreas, ou na ‘arte’ de blogar… mas não em escrever. Muitos (talvez a maioria) não escreve bem, comete erros horríveis de escrita, e mesmo alguns que parecem saber escrever corretamente (não necessariamente bem), não sabem expressar o que desejam pela escrita. E, é justamentente isto que faz com que não sejam mais lidos. …eu por exemplo, amo ciencia e reservo diariamente um pequeno tempo para ler sobre, porém jamais volto a ler fontes onde a escrita é ruim. O que quero dizer, é que boa informação mal formatada/empacotada, jamais será vista/aprovada… e está aí a publicidade & propaganda (detestáveis) pra provar isso. (..é mais fácil vender lixo bem embalado, do que que ciência mal redigida.) .. Mesmo que a informação seja válida, a escrita ruim faz com que procuremos outras fontes, que informem melhor e de maneira/linguagem/formato mais adequados, mesmo que até a qualidade da informação seja sensivelmente menor. …francamente, estou cheio de ver assassinarem nossa lingua por aí… e o minimo que um “blogueiro cientifico” deve fazer, é escrever corretamente… mas a maioria não faz isso.

  6. Noooossa…. fiquei interesadísima em escrever um blog científico, se alguém puder me informar melhor sobre isso eu agradeceria demais! Sou Engenheira de Alimentos com um quase título de mestre (defendo minha dissertação agora em fevereiro).
    Por que nunca ouvi falar dos blogs científicos? Ando usando pouco a net (porque eu já achava que usava demais)…
    Abraços a todos!

  7. Olá Isis, como vai?
    Que pena, não soube que haveria esse evento. Mas pelo visto foi bom. Fico feliz!
    Bom, quanto à sua pergunta no meu blog, a foto foi excluída sem minha autorização. Estranho não? Coisas da rede…
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *