Dicas para evitar acidentes nas férias com crianças

Esse tipo de post não faz muito meu estilo, mas de tanto ouvir médicos falarem sobre a quantidade de crianças que chegam ao pronto socorro – sem hífen mesmo? ainda não absorvi todo o Acordo Ortográfico inteiro – é gigante. Com as férias, os acidentes domésticos aumentam. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo formulou dicas para evitar acidentes graves como queimaduras, envenenamento e choque elétrico. Compartilho aqui.
A cozinha merece alerta especial. As principais vítimas de queimadura, na maioria das vezes provocada por líquidos quentes, têm até 15 anos de idade. “Atitudes simples, como direcionar o cabo da panela para dentro do fogão, evitam os esbarrões e acidentes”, diz Sergio Sarrubo, diretor do Hospital Infantil Darcy Vargas.
As crianças também estão mais expostas ao envenenamento.“Os casos de intoxicação são mais frequentes em crianças. O principal motivo é o contato com medicamentos, produtos de limpeza, inseticidas e raticidas. A dica é manter estes produtos em locais fora do alcance e de preferência em armários trancados.
Outra orientação é evitar dizer aos filhos que o remédio é doce ou gostoso. Segundo especialistas, isso pode estimulá-los a consumir os medicamentos sem supervisão dos adultos.
Para impedir os choques elétricos, colocar dispositivos que fechem as tomadas e orientar sobre os riscos de brincar perto dos fios da rede elétrica bastam. Por fim, vale ressaltar que em caso de contaminação ou queimadura é importante nunca realizar a chamada automedicação. Na ocorrência de envenenamento, é recomendável levar o produto para análise da equipe médica.
Mais dicas gerais:
guarde produtos de limpeza e medicamentos nas embalagens originais;
nunca use medicamentos sem orientação médica;
nunca faça remédios ou chás caseiros com plantas. elas podem ser tóxicas;
oriente as crianças a não aceitar presentes de “estranhos”.
Quedas:
recolher brinquedos e outros objetos do piso;
os tapetes devem ser fixados com fita adesiva dupla-face ou forro de borracha antiderrapante;
se qualquer substância líquida for derramada no chão, deve-se secá-la imediatamente;
não deixar objetos na escada;
colocar portão de segurança no topo e em baixo da escada se houver criança pequena;
crianças menores de seis anos não devem dormir na parte de cima do beliche;
colocar dispositivos de segurança nas janelas – como grades e telas;
próximo à janela, não se deve colocar berço ou outro móvel;
brincadeiras de criança em escadas salva-vidas, telhados varandas não devem ser permitidas.
Queimaduras:
as crianças não devem ter acesso a eletrodomésticos, fósforos e isqueiros;
as crianças pequenas não devem entrar na cozinha;
mantenha as crianças longe da cozinha se o forno ou fogão estiverem sendo utilizados.
Espero ter ajudado! Boa sexta!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.