Zoológico economiza um milhão e trezentos mil litros em um mês…

…apenas ao adotar uso racional da água. Achei tão grande a quantidade – apesar de não saber o total do consumo mensal – economizada com ações básicas que todos deveriam tomar, então resolvi postar.
A Fundação Parque Zoológico de São Paulo é a mais nova parceira do Programa Uso Racional da Água (PURA) desenvolvido pela Sabesp. Segundo a instituição, o PURA tem objetivo de atuar na demanda de consumo de água dos estalecimentos públicos e privados do estado.
O estabelecimento adota ações tecnológicas e medidas de conscientização para enfrentar a escassez de recursos hídricos. Nas dependências do Zoológico, por exemplo, vasos sanitários, torneiras e bebedouros foram trocados por equipamentos com fechamento automático, que não esperdiçam água. Além disso, são realizadas vistorias para detecção de vazamentos – o mínimo!

6 comentários em “Zoológico economiza um milhão e trezentos mil litros em um mês…”

  1. Vc já ouviu falar sobre o prédio da petrobras que é ecológico?!?! Acho que é no Rio!!
    É bem legal…eles economizam água da chuva e tals….acho interessante pro blog…
    Bjs
    Carlinha

  2. O prédio da Petrobrás, é bem legal mesmo, mas não devemos esquecer q antes de fazer um “prédio-verde” a Petrobrás já emitiu mt gás carbônico por aí !! Deve ser uma maneira de compensar …
    O certificado LEED – Leadership in Energy and Environmental Design – e o conceito de prédios sustentáveis é o q há na arquitetura qto. a questão sobre o meio ambiente, vale mesmo conhecer !
    E mesmo q sua casa não seja uma grande construção , vc pode contribuir não apenas com bons hábitos, mas substituindo vasos sanitários, torneiras, chuveiros, lâmpadas por modelos q gastam menos energia, e, tb substituir a energia elétrica, ou o chuveiro a gás, da sua casa, pela energia solar !! O custo inicial é alto, mas depois vc economiza na conta de luz e de água !! 😉
    Beijos

  3. “Nada”, você milita mesmo a favor da educação. Fico feliz em saber que não estou sozinha!
    Carlinha, vi um da USP que segue a mesma linha. Não conhecia esse do Rio, vou conferir! Obrigada pela dica.
    Angela, os prédios brasileiros citados receberam esse certificado, certo?

  4. O certificado LEED, classifica os prédios de formas diferentes, há uma lista imeeeensa com números de sistemas a ser adotados na construção, que vão desde o canteiro de obras e a implantação do edifício naquele local a usos de equipamentos no prédio que contribuem com o meio ambiente. Quanto maior a adoção de métodos (previstos na lista do LEED) dos quais ajudam na ‘sustentabilidade’ do edifico, maior a classificação, da qual podem ser platinum ( a maior), golden, silver, e, o certified.
    Por enquanto, no Brasil, há poucos edifícios neste processo de ganhar o certificado, ou uma classificação maior. Na lista do LEED no Brasil, além do prédio da Petrobras no Rio, há prédio do Banco Real em Cotia, um laboratório em São Paulo, e, um grande empreendimento que está correndo atrás do ‘certified’, próximo ao shopping Eldorado.
    Mas não adianta querer um “selo verde” para seu empreendimento afim de um bom marketing !! A busca de projetos para edifícios sustentáveis é séria, e, começa na prancheta do arquiteto, e claro, depende da boa vontade de seu contratante !!
    Espero ter esclarecido um pouquinho …
    Um beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *