Homens que comeram peixe na adolescência são mais inteligentes

Homens que comeram peixe pelo menos uma vez por semana aos 15 anos, com 18 apresentaram maior habilidade cognitiva. Gentem, amo peixe. Adoro frutos do mar! A pesquisa realizada com 3.972 adolescentes foi publicada na científica Acta Paediatrica, mas li no sensacional site Science Daily.
Quando ingerido uma vez por semana, o peixe colaborou com o aumento da inteligência verbal e visuoespacial numa média de 6%. Ao ser consumido mais de uma vez por semana, aumentou ambos em quase 11%. As respostas foram computadas durante um recrutamento militar na Suécia.
De acordo com a matéria – veja aqui, em inglês -, o mecanismo exato que liga consumo de peixe à melhora do desempenho cognitivo ainda é incerto. Mas, agora, os pesquisadores pretendem verificar se o tipo de peixe consumido faz diferença no resultado.
Mais três benefícios em comer peixinhos:
Diminui o risco de grávidas terem um bebê com defeitos congênitos graves do cérebro e medula espinhal, estudo divulgado no Pediatrics;
Crianças com sete anos de idade, de mães que se alimentaram com peixe durante a gravidez, apresentam melhores habilidades sociais e de comunicação, no Lancet;
Alimentação rica em óleo de peixe pode impedir o acúmulo de gordura na aorta – principal artéria do coração -, no Instituto de Nutrição Humana da Universidade de Colúmbia (EUA).
Vou parar por aqui porque já estou morrendo de vontade de comer um salmão grelhado! A propósito, não gosto de carne vermelha… Blargh.

12 comentários em “Homens que comeram peixe na adolescência são mais inteligentes”

  1. Será que dá para compensar agora? Apesar de comer peixe e adorar nunca comi muito. Talvez porque exija um certo preparo.
    Agora vem a dieta do peixe…
    Acredito que nas cidades comer peixe semanalmente não é uma rotina.
    Sempre comprovam que comer peixe faz bem, mais um estudo que comprova.
    Abraço,
    Búfalo

  2. …tá bom, meu pai pescava e eu ajudava, toda minha infancia e adolescencia… portanto, sempre teve peixe (de rio) em casa… mas eu comia?? Não! …e paciência pra separar espinhas minusculas da carne pra comer??!
    … A primeira vez que comi num restaurante japones, fiquei com fome e complementei com um Xis-bacon… 🙁 ..desse jeito emburrescente, não to indo bem né?

  3. ..depois decobri que dava pra contornar o problema “espinha-de-peixe X minha-paciência”, fazendo por exemplo, Lambaris (Astyanax sp.) assados ou fritos, mas bem tostatos, ao ponto de se mastigar as espinhas menores e nem sentir… ..ou ensopado de bagre ou muçum (Synbranchus marmoratus). ;-))

  4. Desculpe Isis,
    Mas você sabe o que fez o desenvolvimento do cérebro humano em nosso ancestrais aumentar ?
    CARNE!!!!!! PROTEÍNA ANIMAL! Algo que você somente encontrará na CARNE!
    Devemos isso a eles! E por este hábito é que talvez sejamos o “animal” dominante do planeta!
    Sou adepto de algo que minha professora do ginásio me ensinou…
    Somos onívaros, ou seja, comemos de tudo ou quase tudo!
    Ao contrário de Herbívoros que SÓ comem vegetais e de Carnívoros que SÓ comem carne!
    Desta forma, gosto de comer de TUDO, carnes das mais variadas, vegetais, frutas, etc.
    Também gosto muito de peixe e frutos do mar.
    Abrantes.

  5. Luiz, nunca gostei de carne vermelha! Não é por opção, mas sim por gosto mesmo… Eca! Tenho uma teoria – entre várias. Acredito que as pessoas de modo geral que não suportam de determinado alimento, adoram outros que o “substituem”. Por exemplo, eu amo queijos, leite e frutos do mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.