Florestas americanas podem armazenar o dobro de carbono

Ahá! Cientistas, geralmente internacionais, sempre defendem que as florestas tropicais e os oceanos são os principais meios para absorver o dióxido de carbono (CO2) – um dos colaboradores do aquecimento global.
Mas… pesquisadores das universidades de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, e McGill, no Canadá, descobriram que as florestas temperadas – aquelas como da América do Norte repletas de pinheiros – podem armazenar mais carbono do que se imaginava.
O estudo foi feito comparando o quanto de carbono foi retido pelas florestas do estado americano de Wisconsin. Apesar da exploração madeireira, elas ainda detêm cerca de dois terços do carbono que circulava antes colonização européia!
Os pesquisadores acreditam que o potencial de armazenamento é ao menos duas vezes maior. Essa pesquisa considerou o carbono acumulado nos troncos e copas, sem contar o armazenado nas raízes e no solo. O estudo foi publicado na revista científica americana PNA.
Na Europa e na América do Norte, as florestas tropicais foram exploradas pelos europeus e, agora, cederam lugar à agricultura. Quem sabe a pesquisa incentiva o reflorestamento? E com que os americanos e europeus assumam o quão detonaram, mais diretamente impossível, o meio ambiente?
“Muitas vezes esquecemos os serviços invisíveis, como a regulação climática, que os ecossistemas fornecem gratuitamente para nós”, diz Jeanine Rhemtulla, uma das pesquisadoras. “Mas isso terá que mudar. Precisamos encontrar maneiras de  satisfazer as nossas necessidades imediatas sem comprometer os serviços essenciais a longo prazo”, completou. Para saber mais, clique aqui na página da universidade americana. Em inglês.
Obs.: O Diário de Pernambuco publicou uma matéria bem interessante sobre uma pesquisa da Nasa. A agência espacial simulou como seria a Terra sem a camada de Ozônio. Nossa pele queimaria em menos de meia hora! Leia aqui. Ah… Dia 16 o Xis-Xis se mudará para o Scienceblogs Brasil! Aguarde.

2 comentários em “Florestas americanas podem armazenar o dobro de carbono”

  1. Tudo bem quanto ao gás carbônico, mas e quanto àquele outro estudo que falava do aumento do albedo da Terra (e consequente aumento nas temperaturas) com o crescimento das florestas nas regiões temperadas?…
    O mal de “estudar muito cada árvore” é que se acaba por “não perceber a floresta”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *