Eu acredito em ônibus híbrido

Dia desses, voltando de uma consulta ao médico, observei um ônibus circular mais barulhento que os outros. E também, diferente. “Que fechada a parte de trás do ônibus. Cadê o escapamento?”, pensei. A-há, era um ônibus híbrido. Ele funciona com hidrogênio, um gás que emite água no lugar do gás carbônico, e também com diesel.
Pena que não estava com minha máquina para tirar foto… Ele tem um design bem bacana. Bonito. Contemporâneo. Em uma descida, reparei que o escapamento fica no teto. Estranho, mas ao menos a fumaça não é jogada diretamente em cima dos pedestres e dos carros.
Eu voto nos ônibus elétricos e movidos a hidrogênio. Por mim, todos os “chamadores” de chuva deveriam ser substituídos – percebe quanta fumaça tóxica os ônibus emanam? O único detalhe é o barulho. Daria para melhorar? Ninguém merece uma cidade mais poluída sonoramente do que já é.
No dia seguinte, leio em dois caminhões, um de uma rede de roupas e outra de salgadinhos, “movido a biodiesel”. O biodiesel é um combustível que, no lugar do petróleo, utiliza como matéria-prima vegetais. Exemplo, a soja. Que feliz. Só espero que isso não estimule mais o desmatamento, que é o que está ocorrendo com o Cerrado…

7 comentários em “Eu acredito em ônibus híbrido”

  1. Não fosse o fato de que a quantidade de biodiesel no tanque desses ônibus não é superior a 1%, enquanto o resto é diesel derivado de petróleo (esses “marketeiros”)… Mas para começar, tá valendo!
    Inté!

  2. O hidrogênio por enquanto é complicado para se produzir e estocar. E já ouvi dizer que sua produção polui muito também. Não sei se é verdade. Já o biodiesel estimula o desmatamento e diminui a oferta de alimentos.
    A unica solução é utilizar a energia solar. Pq não temos custo nenhum pra produzir, e utilizando-a ou não, ela sempre esta ai… pelo próximos 5 bilhões de anos!

  3. Joey, onde você viu esse valor? Que absurdo.
    João Carlos, estamos perdidos, né? Fiquei super deprê ao ver o interior de Pernambuco…
    Osame, em quem votaremos?
    Rafael, acho que, por enquanto, ônibus e caminhõs movidos à energia solar é meio difícil… Pena.

  4. é… a produção de hidrogênio não é tão rentável e fácil… separar hidrogênio do ar tem um revés bem grande… tanto econômico quanto ambiental.
    e energia solar… por enquanto está cara demais, tornando inviável… espero que um dia isso melhore… mas dá para tentar utilizar em nossos chuveiros elétricos!

  5. ComentáriosMT: já existe uma outra Alternativa ao citado Modelo ou Sistema Híbrido que apresenta uma Eficiência Energética muito, mas muito Superior, apenas falta Tecnologia de Desenvolvimento do que chamo de Moto Gerador Linear de Eletricidade de Combustão Interna – não sou Engº. Mecânico e nem Engº Elétrico, mas sou AUTODIDATA nas ÁREAS de Mecânica & Eletricidade (não se trata de UTOPIA) e com isso, sem margem de erro, posso afirmar que qualquer Centro de Pesquisa Brasileiro pode preparar um PROTÓTIPO em curtíssimo espaço de tempo.
    Um Abraço Fraterno a VOCÊ & Membro / Colaborador (ou pretendente),
    MISSAO TANIZAKI
    Fiscal Federal Agropecuário
    Bacharel em Química
    missao.tanizaki@agricultura.gov.br (Com Problemas)
    missao.tanizaki@gmail.com (NOVO)
    Equipe BR do AGUAPÉ
    TUDO POR UM BRASIL & MUNDO MELHOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *