Maragogi e Porto de Galinhas: entre o paraíso e o inferno

Para quem não sabe, as belezas de Maragogi (AL) e Porto de Galinhas (PE) é obra da nossa imensa barreira de coral. Daí, este post. Bom, todo mundo que visitou ambos os lugares, falou para mim que eram maravilhosos. Sendo assim, colocamos as duas praias no roteiro da viagem.
Realmente, Maragogi e Porto de Galinhas são de uma beleza ímpar. Se me arrependo de ter visitado os dois corais? Jamais. Se eu vi peixes? Sim, muitos, mas muitos peixes de todas as cores e tamanhos. Aliás, encontrei moréias, ouriços, minhocas do mar. Além disso, a cor do coral e dos seus habitantes misturada àquele mar azul e verde transparente é uma afronta. Lindo, lindo demais.
Mas… o ditado que afirma que “nem tudo é perfeito” cabe, perfeitamente, a ambas as praias.
Maragogi
O município de Maragogi está localizado em Alagoas, quase na divisa com Pernambuco. O forte do local são os corais, que ficam a seis quilômetros da costa. As praias do município são lindas, algumas com ondas. O único detalhe é que várias são de acesso praticamente impossível, pois estão em propriedades que dificultaram a entrada. E a da cidade está repleta de turistas dirigindo mini bugues em alta velocidade na areia.
Seus corais são os mais bonitos de Alagoas. Quando a maré está baixa, paga-se a bagatela de R$ 50 por pessoa para visitá-los de catamarã. Segundo um pescador de Japaratinga, antigamente, todo tipo de embarcação podia chegar até eles. Mas formou-se uma cooperativa e agora apenas quem possui catamarã registrado. Por sua vez, o Ibama – ou prefeitura? – restringiu o número de 60 pessoas por catamarãs por dia.
Durante a viagem, são dadas instruções de segurança e de cuidado com o meio ambiente. Daí, você pensa, se os caras vivem disso, eles respeitam, correto? Não. Eu vi âncoras cravadas em corais. Não apenas uma! Além disso, um dos marinheiros me disse que é proibido alimentar os peixes, porque eles apareciam mortos – de fome ou de tanto comer? – após a maré alta. O que esse mesmo guia fez? Deu peixe cru aos peixes.
Porto de Galinhas
A praia – como Maracaípe, Cupe e Muro Alto – faz parte do município de Ipojuca, em Pernambuco. Cada praia é bem diferente da outra. Porto de Galinhas, aqui o caso, é uma bagunça! Urbanisticamente falando, você até percebe um projeto. Ela foi meio que dividida em quadras. Entre cada uma delas, há um praça, local para praticar esportes, etc.
Mas, no primeiro dia em Ipojuca, tivemos a brilhante ideia de dormir em Porto de Galinhas. Impossível! São carros e casas com som alto a noite inteira. Sem contar que é impraticável esticar a canga na praia, parece o litoral sul de São Paulo. Muita gente na areia e barracas de praia loteando o local. É uma disparidade. Quando a gente volta os olhos ao mar, vê aquela natureza que descrevi acima. Quando escutamos e observamos a cidade, uma bagunça.
No coral, nem os próprios jangadeiros respeitam um manual de bom ecoturismo que a prefeitura distribui. Por exemplo, é proibido dar ração aos peixes, mas eles afirmavam não saber disso. Aliás, tenho uma teoria: Porto de Galinhas possui tanto peixe por causa dessa louca alimentação. Quando a maré desce, eles devem vibrar: “Oba! Vamos ficar nas piscinas naturais para conseguir comida na boca!”

20 comentários em “Maragogi e Porto de Galinhas: entre o paraíso e o inferno”

  1. Ola!
    Pois… bem vindo a nordeste! O que você descreveu é válido para quase todo o litoral nordestino.
    Sobre o som alto é valido para qualquer cidade em qualquer epoca do ano!
    Infelismente!
    Existe sim uma(pequena) classe de pessoas exclarecidas ecologicamente, mas sem força para provocar maiores mudanças.
    Um dos poucos lugares onde se consegue(mais ou menos) preservar o meio ambiente é em Fernando de Noronha.
    Uma pena.

  2. Oi Isis!
    Bom ler esse post! eu já estava achando que tinha me transformado em um velha ranzinza depois de ter lido tanto sobre as maravilhas de Porto de Galinhas.
    Você fez o passeio para ver os cavalos-marinhos? Pois é… vi um sujeito levando um como souvenir dentro de um pote. Uma pena que ele tenha sido mais rápido do que eu e não consegui levar “aquele papo” com ele!
    Fiquei mais feliz na praia de Carneiros! Tomara que o acesso continue mais complicado!
    bjo

  3. Estava pesquisando no google e vim parar no seu blog…gostei
    concordo com tudoooo sobre o q escreveu sobre porto…aliás nunca li algo tão verdadeiro e engraçado sobre o lugar, parabéns

  4. visito porto de galinhas frequentemente e o problema de lá é justamente o excesso de turistas…
    é uma praia relativamente badalada e essa história de som de carro alto que nao da pra dormir é puro exagero a nao ser que voce teve a brilhante idéia de dormir no centro da cidade!
    os melhores hoteis, tudo bem que sao mais caros sao justamente os que ficam longe do centro da cidade…

  5. Oraora… Porto de Galinhas é um lugar que eu ainda não conheço. Mas já tinha ouvido falar bastante. E até não me surpreende o que você comenta; tudo isso eu já tinha ouvido. Assim mesmo, devo visitar. (Poisé… Maragogi eu tbm não conheço… Outra boa idéia!)
    (A moça fica mostrando fotos dessas viagens a esses lugares mais-ou-menos aê, justamente agora que estou contendo gastos… Isso não é justo!) =P
    Bjão!

  6. Arnoud, Fernando de Noronha consegue preservar o meio ambiente porque o governo é bem atuante lá. A ilha vive disso. Uma pena para o resto do Nordeste não ser assim…
    Miriam, p… m…! Que preservação é essa que leva o cavalo-marinho de brinde? Não se preocupe, não somos as únicas “ranzinzas”, viu? E AMEI Carneiros… Paz…
    Isa, super obrigada!
    Neo, tive a brilhante ideia. Mesmo porque Porto de Galinhas é vendido como um paraíso aqui em São Paulo. No segundo dia, me mudei correndo para o Pontal do Cupe. Que não é Porto de Galinhas, mas, sim, Ipojuca.
    J.F., é… vale a pena. Mas tem que abstrair a bagunça…

  7. Vou para Maragoggi em Maio, estou lendo muito sobre os passeios e se vale a pena alugar um carro e conhecer porto de galinha ou Maceió, as orientações que tive, foi que eu mesmo deveria comprar os óculos junto com snokel, assim eu conseguiria economizar, pois não valeria a pena pagar um valor alto por meia hora de uso, outra coisa é que quando é vendido o passeio eles não falam sobre os horários das mares baixa e mesmo que você já tenha pagado, se o tempo não estiver bom e vc não conseguir ver os peixes, não há devolução de dinheiro, por isso pensei em comprar meu próprio óculos de mergulho, espero fazer uma boa viagem, pois o que eu ouvi até agora são coisas boas, ficarei no Resort Grand Occa, também não sei se fica de Gales, caso alguém conheça e possa dar maiores detalhes eu agradeço.

  8. Olá,estive em porto de galinhas no início de 2014,altíssima temporada! Realmente tinham muitos turistas do mundo todo,mas ocorrem exageros nas descrições de bagunça e som alto,e olha q eu me hospedei na vila,ameiiiii muita gente bonita e feliz! O que mais vcs querem!

  9. Eu irei a Maragogi em abril/15, já tenho tido reservado mas ouvi de algumas pessoas q vou me arrepender em hospedar-se lá. Estas pessoas dizem q Maragogi serve para ir um único dia, fazer o passeio para as Gales e ponto…também ouvi que as praias são impróprias p banho… Alguém que se hospedou em Maragogi poderia passar mais informações?!

  10. Estive em Maragogi nos dias 12 a 19 / 09/ 16 alugamos um carro e fomos a Porto de Galinhas, realmente uma muvuca e os peixes sim eram alimentados, Maragogi fede esgoto e urina , cerca de 15 a 20 cães sarnentos desnutridos circulavam todas as noites pela orla, algo marcante em todas as praias, eh o lixo de todo tipo e o esgoto, salvo a pousada q nos acolheu muito bem , o mar e os coqueiros vistos de longe. Uma pena , muita pobreza em todos os sentidos.

  11. Sou de Recife e moro em São Paulo há 46 anos. Sempre no mes de fevereiro vou para o sul do país. Conheço tudo. Em todas as praias que visito do Paraná ao Rio Grande do Sul é proibido animais nas praias e carro com som alto. Certa vez estava em Camboriu e um carro chegou com som muito alto, não demorou 5 minutos chegaram os policiais e retiraram os indivíduos da praia sem antes aplicar uma multa por perturbar o sossego dos moradores e turistas. As leis ambientais são bem mais rígidas por aqui. Estou pensando em ir para Maragogi na 1a. semana de fev/2017 e pensando dar um esticada até Porto de Galinhas que conheci há mais de 50 anos. totalmente deserta na época. Diante dos comentários estou em dúvida. Gosto de tranquilidade.

  12. Uma pena seu relato, porto de galinhas é uma cidade paradisíaca, linda e sobre a movimentação da praia, ocorre apenas na “prainha” do centro, como em todo lugar do Brasil/Mundo!! Quando fui gostaria de calmaria então PAGUEI por isso me hospedando em um resort afastado.. se você não gosta de barulho faça o mesmo.

  13. Olá, tem razão, é um pouco bagunçada sim. O espaço é pouco e a toda hora vc é incomodado por vendedores. Para ocupar um lugar, só te resta as cadeiras e guarda-sois das barracas. Turista aqui, par eles, só servem para gastar dinheiro. O turista é visto como uma nota de cem. As praias sem dúvida são lindas, agora a cidade é precária. Centrinho do tempo das onças. E o povo não é tão hospitaleiro não. Hospitaleiros só os vendedores, isto até vc comprar. E o pessoal da pousa, lógico, tá pagando né.

  14. Estive em Porto de Galinhas em julho de 2018. Realmente o lugar é belíssimo se vc vislumbrar a beleza natural e os hoteis beira mar. Saindo disso, a pobreza é triste, percebe muito claramente que os altíssimos preços cobrados dos turistas ficam no bolso de poucas pessoas, lamentável, pois não há infraestrutura para o povo nativo dali. Isso reflete tbem no turista, o cheiro do esgosto ao se passear pelas ruas é forte. Casinhas simples, algumas barraquinhos revelam o desprezo político com os moradores da região. Minha definição: beleza x pobreza. Se vale a pena conhecer? Sim, vale a pena. As pessoas são simpáticas e a beleza natural é única! só lembre-se que vc estará pagando uma fortuna por hotéis e que as pessoas q o servirá pode ter um retorno financeiro pequeno e por isso pode não estar na mesma alegria q vc estara!
    Por condições melhores para o povo de Pernambuco!!!!❤

  15. Olá estou indo agora em agosto 2018 para João pessoa e estou querendo conhecer Porto de galinhas e também mais precisamente praia dos Carneiros e a praia de Antunes… mais estou na dúvida aonde passar a noite, digo com. opção boas e baratas… e pra definir certinho a ordem gostaria de ajuda nessa parte da hospedagem. agradeço desde já quem puder ajudar.

  16. Estive em Porto de galinhas semana passada, não tem a mínima estrutura. A cidade é feia, uma bagunça. As ruas todas esburacadas e sem asfalto.
    Bonito mesmo só o centrinho com as lojinhas e a comida é gostosa. Mas as praias me decepcionaram muito! Mesmo na maré baixa. A praia principal dos jangadeiros é uma bagunça. Muito vendedor te abordando. Não consegue andar um metro sem pelo menos 3 pessoais te chamar.

    Agora estou em Maragogi na minha opinião o paraíso. Eu não ligo pra lojinhas. Meu negócio é natureza. As praias aqui são perfeitas. Eu estou encantada com a beleza do local. Todas as praias que fui são lindas!
    Tem um centrinho modesto mas pra mim tá ok.
    Os vendedores não são inconvenientes como em Porto de galinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *