Você sabe o que é “papel semente”?

mesa com papeis2.jpg“Não” é a resposta que mais ouço. Então, também não sabe o que está perdendo! Certo dia, há um tempo, uma empresa me enviou um cartão impresso em “papel semente”. No verso, as instruções diziam que se eu plantasse aquele cartão, nasceria uma flor. “Ah, mentira”, pensei já deslumbrada.
Claro que, imediatamente, cavei um espaço para o papel em um vasinho. Dias depois… a surpresa: uma plantinha brotou! Inacreditável! Minha mãe e eu comemoramos o achado.
Enfim, mas o que seria o papel semente? Recorri à internet. Pesquisando sobre o assunto, encontrei a empresa Papel Semente @papelsementes e Facebook. Segundo ela, como o nome indica, trata-se de um papel – que pode ter diversas gramaturas e ser reciclado – com inúmeras sementes dentro dele, literalmente. Ou seja, ainda em fase de produção, uma camada de papel reciclado úmido recebe as sementes. Por cima delas, vai mais uma camada.
A curiosa tentou encontrar as sementes no papel. Tarefa árdua. Como ele era reciclado, não consegui identificá-las. O que deu mais charme à ideia.
A Papel Semente contou que testando, por tentativa e erro, mesmo, descobriu que diversas sementes podem ser aproveitadas para dar origem ao material. São elas: de rúcula, agrião, salsinha, manjericão; de flores, como cravinho da Índia, cósmea, boca-de-leão; e, de chá, como erva doce ou camomila.
Para saber mais, indico o programa da Globo News, “Cidades e Soluções”, transmitido esta semana. Uma matéria, realizada com a empresa, explica o passo a passo da fabricação. Veja no vídeo abaixo. Ah, sugestão, espere ele carregar e vá aos 9 minutos e 20 segundos – início dessa específica reportagem. Divirta-se:

Mais dois detalhes. De acordo com a entrevista da diretora Andréa Carvalho, cedida ao programa, o produto é fabricado e comercializado tendo em vista o cuidado socioambiental. Há uma parceria feita com cooperativas de catadores e a tinta empregada na impressão é a base de água, o que evita poluir o meio ambiente.
Obs.: Ao menos o cartão de papel semente que recebi veio com instrução de como plantar. Primeiro, era necessário picar e molhar o papel. Em seguida, enterrá-lo com uma camada fina de terra sobre ele. Diariamente, essa terra precisou ser regada. Até que, em menos de dez dias, a plantinha germinou! Adorei!

7 comentários em “Você sabe o que é “papel semente”?”

  1. Que engenhoso, hein? O tipo de coisa que vc pensa: por que não pensei nisso antes??? Só uma dúvida: o papel tem data de validade, né? Pq a semente não “vive” pra sempre.

  2. Obrigado pelo post e pelos comentários visitante do XIS XIS.
    Vamos esclarecer as dúvidas.
    Weruska – Garantimos a germinação do papel até 8meses após a produção. é o tempo suficiente para a pessoa que recebeu guarda-lo e depois ao invés de jogar no lixo…planta-lo.
    Marcelo – Extamente,fomos nós mesmo que produzimos aqueles pequenos tag’s (isso é um papel semente) para a Vital da Unilever.
    Fico a disposição no email : contato@papelsemente.com.br
    Abraços,

  3. Assaz interessante!!! A primeira vez que vi a frase, logo pensei que ara piada. Quanta ignorância, meu Deus!!! Felizmente o @fabiano_muk twittou, fui ver e fiquei extasiado com a genial idéia. Também imaginei: por que não pensei isso antes? Post maravilhoso. Por volta dos setenta e bem vividos, vivendo e aprendendo. Muito obrigado a todos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *