A Astronomia e a monarquia no Brasil

A Astronomia faz parte da História do Brasil. Está tão ligada a ela que o Dia Nacional da Astronomia é comemorado no dia 2 de Dezembro, o aniversário do Dom Pedro II. Sim, aquele mesmo que foi Imperador do Brasil por mais de meio século, 58 anos para ser mais exata.
Dom Pedro II foi imperador do Brasil de 7 de Abril de 1831 até a Proclamação da República em 15 de Novembro de 1889.

Desenho representando D. Pedro II. Fonte: Museu Imperial Digital. Acesse aqui o original.

Mas afinal, qual a relação entre o último imperador e a Astronomia?

O entusiasmo pela Astronomia vem de antes de Dom Pedro II, seu pai Dom Pedro I fundou o Imperial Observatório do Brasil (1827), hoje conhecido como Observatório Nacional, no Rio de Janeiro.
Dom Pedro II seguiu com o fascínio pela ciência e em 1862, em um dos seus diários, chegou a escrever: “Nasci para consagrar-me às letras e às ciências”. Ele era um entusiasta da Astronomia, tanto que chegou também a descrever em seus diários sobre alguns fenômenos astronômicos.

O Imperador tinha um Observatório para chamar de seu

D. Pedro II teve um observatório de uso privativo no terraço do palácio. Além disso, tinha diversos equipamentos, como relógio de sol, lunetas e canhão do meio dia. Ele também se mantinha informado sobre pesquisas a respeito da constituição física do Sol, mecânica celeste e as descobertas da época sobre o planeta Marte. Quando viajava ao exterior, sempre visitava observatórios. D. Pedro II acompanhava as pesquisas sobre expedições científicas para observação de eclipses solares. Uma das expedições contou com uma comitiva francesa visitando o Imperial Observatório.

O observatório antes de D. Pedro I

O site do Observatório Nacional conta que a existência do observatório começou bem antes, já com os jesuítas em 1730 no Morro do Castelo.

Sim, tivemos um castelo no Rio de Janeiro. Lá havia um observatório que viria a ser o Observatório Nacional, transferido em 1922 para o Morro do Januário, onde permanece até os dias atuais.

Dia Nacional da Astronomia

D. Pedro II foi reconhecido como patrono da Astronomia no Brasil pela Sociedade Brasileira de Astronomia, que em 1947 institui o dia 2 de Dezembro, aniversário de D. Pedro II, como Dia Nacional da Astronomia. A data entrou oficialmente em nosso calendário em 21 de Dezembro de 2017 com o a Lei Nº 13.556.

Referências:

Luz, S.S.A. Do Castelo ao Januário: O Observatório muda de morro. XXVIII Simpósio Nacional de História. Disponível aqui.
Nader, R.V., Santos, N.A. O Observatório particular do Imperador. HCTE. Disponível aquiAcervo Digital do Museu Imperial. Acesse aqui
Site do Observatório Nacional. Acesse aqui
BRASIL, Lei Nº 13.556, DE 21 DE Dezembro DE 2017. Disponível aqui

Sou a Graciele. Mulher. Brasileira. Minha fala é uma mistura de sotaques. Minha cozinha uma mistura de sabores. Mãe cearense, pai mineiro, irmão são paulino. Bacharel em química e doutora em Bioquímica pelo Departamento de Bioquímica do IQ - USP. Especialista em Jornalismo Científico pela Unicamp. Apaixonada por bioenergética mitocondrial, bioquímica, química, física, astronomia e com uma queda por ciências exatas e biológicas em geral. Bem vindxs!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*