7 de Junho de 2022 ocorre um dos maiores terremotos do Brasil!!!!

Semana passada, dia 7 de junho de 2022, ocorreu no Acre um dos maiores terremoto já registrados no Brasil, com uma magnitude incrível de 6.5.

Contudo, talvez a maioria de nós sequer tenha ouvido falar desse terremoto…

Por outro lado, no Chile a um pouco mais de 62 anos, no dia 22 de maio de 1960, ocorreu o maior terremoto já registrado pela humanidade, com magnitude de 9.5.

O terremoto do Chile matou mais de 1.6 mil pessoas, deixou mais de 3 mil feridos e mais de 2 milhões desabrigados. Estima-se que esse terremoto liberou energia equivalente a 20 mil bombas de HIroshima.

Assim, é de se pensar, como apenas 3 pontos de diferença nesta escala separam um dos maiores terremotos brasileiros, do maior terremoto do mundo?

Escala de magnitude de momento sísmico, denotado por Mw, é uma escala utilizada por sismólogos para medir a magnitude dos terremotos em termos de energia liberada. Essa escala foi introduzida em 1979 por Thomas C. Hanks e Hiroo Kanamori, vindo a substituir a Escala de Richter, desenvolvida nos anos 1930. Abaixo apresentamos ambas as escalas omitindo suas respectivas unidades de medida, e podemos observar que ambas as escalas são funções logarítmicas:

Escala de RichterEscala de magnitude de momento
(2/3)*Log10(E/7*10-3) onde E é a energia liberada no terremoto(2/3)*Log10(M0) – 10.7 onde M0 é o momento sísmico registrado

Embora as funções sejam diferentes, a nova escala manteve os valores de magnitude definidos pela antiga para coincidir entre os valores 3 e 7. A escala de magnitude de momento sísmico, embora menos conhecida pelo público, é no entanto, a escala usada para estimar as magnitudes de todos os grandes terremotos modernos.

Assim, vamos usar a escala de magnitude de momento para determinar qual foi o momento sísmico registrado no terremoto da última terça-feira (7 de junho de 2022) e considerado um dos maiores na história do Brasil.

Se o terremoto do Acre teve magnitude de momento igual à 6.5, então podemos escrever a função logarítmica da seguinte maneira:

6.5 = (2/3).Log10(M0) – 10.7

Com exceção do operador logaritmo, podemos operar de forma convencional todos os termos, assim:

6.5 + 10.7 = (2/3).Log10(M0)

17.2 = (2/3).Log10(M0)

25.8 = Log10(M0)

Por fim, se nos lembrarmos como o operador logaritmo é definido, temos M0 será o resultado da potência de 1025.8, ou seja, 1025.8 = M0 é nosso momento sísmico.

De modo análogo, podemos calcular o momento sísmico do terremoto do Chile (o maior já registrado no mundo). Esse terremoto teve magnitude de momento igual à 9.5, então podemos escrever a função logarítmica da seguinte maneira:

9.5 = (2/3).Log10(M0) – 10.7

Com exceção do operador logaritmo, podemos operar de forma convencional todos os termos, assim:

9.5 + 10.7 = (2/3).Log10(M0)

21.2 = (2/3).Log10(M0)

31.8 = Log10(M0)

Por fim, se nos lembrarmos como o operador logaritmo é definido, temos M0 será o resultado da potência de 1031.8, ou seja, 1031.8 = M0 é nosso momento sísmico.

Para termos uma ideia da diferença desses dois terremotos, podemos calcular a razão do momento sísmico entre eles. Isso fica fácil graças às propriedades de potências que revisamos a pouco, assim:

1031.8/1025.8 = 1031.8 – 25.8 = 106

Ou seja, essa diferença de aparentemente apenas 3 pontos na escala de magnitude de momento, equivale a um momento sísmico 1 milhão de vezes maior!!!

Legal, né? Se quiser saber um pouco mais desse tema, ou mesmo, tiver afim de levar essa discussão para seus alunos (ou sugerir pro seu professor de matemática/geografia), tem tudo isso prontinho para incrementar o seu dia lá na Coleção Matemática Multimídia, num recurso chamado “Terremoto brasileiro”. Para facilitar, vou deixar o link aqui abaixo:

https://m3.ime.unicamp.br/recursos/1182

Gostou deste post, tem alguma crítica, sugestão ou experiência para compartilhar. Fique a vontade para comentar!

Crédito da imagem de capa à Tumisu, please consider ☕ Thank you! 🤗 por Pixabay

Autor: Zero

2 thoughts on “7 de Junho de 2022 ocorre um dos maiores terremotos do Brasil!!!!

  • 21 de junho de 2022 em 11:07
    Permalink

    10/06/2022 – CORREÇÃO DA MINHA POSTAGEM DE ONTEM AQUI NO FACEBOOK

    Diferentemente do que foi divulgado pela mídia, e reproduzido aqui, o terremoto ocorrido ontem em Tarauacá, Acre, NÃO FOI o de maior magnitude registrado no Brasil.

    Soube, pelo Prof. Claudio Riccomini, de outros sismos ocorridos na mesma região, com intensidades acima de 7 na escala Richter. Eles aconteceram em 1911 (magnitude 7,4), 1963 (magnitude 7,6), e 1989 (7,1).

    Todos eles foram na região de Tarauacá ou um pouco mais a norte, bastante profundos (entre ~560 e ~620 km), e alinhados segundo a direção NNW. Trata-se de uma zona sísmica que se estende do Peru até o Acre, atravessando praticamente todo esse estado. No país vizinho também há vários registros de sismos com magnitude acima de 7 e epicentros bastante próximos da fronteira com o Brasil.

    Portanto, o terremoto de maior magnitude registrado em território nacional é aquele ocorrido em 09/11/1963 com epicentro localizado 132 km a sudoeste de Taraucá, Acre, com magnitude 7,6.

    Resposta
    • 21 de junho de 2022 em 14:47
      Permalink

      Farei a edição do post, agradeço o informe 🙂
      * Edição concluída (não é mais o maior, e sim “um dos maiores”)

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content