Aviões, Matrizes e Adaptação

Estava fazendo o curso de Pensamento Computacional oferecido pelo professor Leo Barichello, quando me foi proposto usar um dos recursos do M³. Até então esse repositório era um completo estranho para mim, mas como estava para trabalhar com meus alunos regulares o conceito de multiplicação de matrizes, escolhi explorar o recurso “Aviões e Matrizes“.

Clique na imagem para abrir o recurso.

Na proposta original para uso desse software, assim como de todos os softwares da coleção, espera-se que o estudante interaja com o recurso, e aprendendo a partir da exploração desse material. Usualmente o professor poderia levar seus alunos para o laboratório de informática e acompanhar sua interação, enquanto tira eventuais dúvidas e media a aprendizagem com a exploração desse material. Porém, mediante o contexto de ensino virtual em que me encontro, precisei adaptar tal proposta para aproveitar este recurso ainda no período de introdução ao tema multiplicação de matrizes.

O software é voltado para o uso do próprio estudante, assim ele só libera avançarmos se as questões forem resolvidas corretamente. Dessa forma, de antemão resolvi todos os desafios, liberando para mim o acesso a todos os níveis. Imaginava usar o software para mostrar o que são grafos e como eles podem ser expressos a partir de matrizes.

Exemplo de uma das atividades que associa ao grafo de escalas áereas com matrizes

Mas em meio a interação com o material ao vivo com os alunos, percebi que a atividade passava da simples curiosidade e exposição do conteúdo, e eles começaram a interagir mais ativamente. Mediante essa participação, decidi incentivá-los, apagando os resultados da minha tela e passando aos alunos o trabalho de dizer os valores com as quais deveríamos completar as atividades. Isso gerou várias discussões dentro da aula, mas a principal delas foi com a interpretação do produto de matrizes nas atividades mostradas abaixo.

Escalas e matriz de conexões
Questões que relacionam um significado no contexto de escalas áereas ao produto de matrizes

Nesse ponto pedi que os estudantes fizessem a matriz com voos diretos, e depois calculassem o quadrado dessa matriz, então que construíssem a matriz com voos com uma escala e comparassem com a primeira matriz ao quadrado, foi bem interessante a reação dos alunos observando uma aplicação bem prática para o produto de matrizes. Essa foi uma experiência com os alunos que gerou uma boa interação e parece ter dado um significado para essa operação que até então aprendemos na forma de uma regrinha arbitrária.

Com certeza nas minhas próximas práticas didáticas dentro deste tópico, tentarei explorar o software de maneiras mais amplas.

O recurso completo junto ao guia do professor pode ser encontrado no endereço abaixo:

https://m3.ime.unicamp.br/recursos/1221

Se gostou, tem alguma dúvida ou crítica, por favor poste nos comentários.

Imagem de capa extraída do próprio recurso do M³.

Autora: Denise Peppe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *