O Whatsapp é absolutamente seguro?

Se a privacidade for ilegal, apenas os bandidos terão privacidade.”

Se você já se perguntou da possibilidade de bisbilhotarem suas conversas, sem ter acesso a seu celular, e sobre a segurança do Whatsapp, fique tranquilo, esta dúvida é comum. O avanço da tecnologia e seu impacto nas telecomunicações nos trouxe ao cotidiano em que estamos conectados constantemente, mas será que nossa segurança também é constante, ou melhor, permanente? O aplicativo utiliza da criptografia RSA de chave pública, você já ouviu falar? O vídeo abaixo explorará este conceito detalhadamente:

Como visto, a eficácia no sistema da proteção de dados deste sistema de criptografia tem um segredo: os números primos. A dificuldade da descodificação remete a solução de alguns problemas da teoria dos números, os quais receberam bastante destaque entre os séculos XVII e XIX. Dentre eles, a missão de descobrirmos grandes números primos… e por grandes, quero dizer números com mais de 100 dígitos!

Logo, o conhecimento da chave, uma vez que é pública, mas a ausência de uma fórmula capaz de descobrir, ou verificar, números primos grandes, acarreta em teste de combinações dos primos, que são infinitos (de conhecimento da humanidade desde 300 a.C), a torna única. Por isso, entendemos que essa dificuldade de encontrá-los, para então testar todas as possibilidades (na computação denominado de backtracking ou força bruta) além dos seus encaixes em uma determinada cifra, garantem a segurança da informação criptografada.

Se esta criptografia já parece segura, fique tranquilo, pois existe um campo de estudos, que não é recente, com objetivo de deixá-la ainda mais difícil de ser decodificada à força! Há mais de 40 anos, o criptoanalista e ativista, Phil Zimmermann (autor da frase do começo deste post), apresentou um software misturador autoral, o PGP (Pretty Good Privacy), para acelerar a velocidade da cifra RSA. Confira:

Com isso, vemos que criptografar informações digitais não é uma novidade, no entanto, o termo popularizou-se devido à difusão do aplicativo WhatsApp, que notifica sua utilização, divulgando como asseguram que o sigilo das mensagens trocadas por seus usuários é absolutamente seguro.

Caso tenha gostado desse tema ou queira levar estes conteúdos para seus alunos, não deixe de consultar o material completo com orientações e outras dicas, tudo disponível no repositório do M³!

https://m3.ime.unicamp.br/recursos/1190

https://m3.ime.unicamp.br/recursos/1108

Se gostou, tem alguma dúvida ou crítica, poste nos comentários, ficaremos felizes em respondê-los =).

Créditos da imagem de capa: https://br.freepik.com/vetores/fundo criado por rawpixel.com – br.freepik.com

Autor: João M

2 thoughts on “O Whatsapp é absolutamente seguro?

    • 30 de setembro de 2020 em 11:41
      Permalink

      Caro Jeremías,

      Sou o autor deste post. Sugiro a leitura de artigos científicos/técnicos e notícias neste assunto. Quando pesquisei encontrei vantagens e desvantagens, eu encontrei uma concordância considerável quanto à segurança e privacidade do Telegram, além da superioridade sobre o Whatsapp. No entanto, este assunto especificamente técnico foge do escopo deste blog e da minha formação.

      Obrigado por ter lido e pela pergunta!

      Grato,
      João M

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *