EnergyPulse – Insight Analysis and Commentary on the Global Power Industry

Gostei dos cinco itens apontados por este ex-pesquisador do EPRI com relação a eficiência energética. São comentários simples ma que mostram lá (nos EUA) e cá no Brasil algumas regras simples para avançar no uso efficiente de eletricidade.

São eles:

1) Novas (eficientes) tecnologias devem ser adotadas pelos consumidores. É necessário entender como o consumidor toma decisões e incorporar os fatores decisivos nas novas tecnologias.

2) Deve-se estudar mais como pessoas e companhias usam e percebem o valor da energia.  As vantagens técnicas somente, os catálogos e especificações técnicas não são suficientes para promover tecnologias eficientes.

3) As metas de eficiência energética devem ser AMBICIOSAS mas flexíveis

4) Eficiência energética não deve inviabilizar ou onerar as companhias de energia. Elas devem participar também dos benefícios.

5) Não se deve subestimar o efeito dos preços como um indutor de eficiência no lado do consumidor.

Os comentários completos do autor estão no linque abaixo. No entanto, a listinha acima serve bem para animar alguns daqueles que acham que eficiência energética é algo muito complicado de ser alcançado.

EnergyPulse – Insight Analysis and Commentary on the Global Power Industry

Gilberto

Professor Titular em Sistemas Energéticos do Departamento de Energia, Faculdade de Engenharia Mecânica da UNICAMP (Universidade de Campinas), Pesquisador Sênior do Núcleo Interdisciplinar de Energia da UNICAMP (NIPE-UNICAMP). Diretor Executivo da International Energy Initiative-IEI, uma pequena, organização não-governamental internacional, independente e de utilidade pública conduzida por especialistas em energia, reconhecidos internacionalmente e com escritórios regionais e programas na América Latina, África e Ásia. O IEI é responsável pela edição do periódico Energy for Sustainable Development, da editora Elsevier.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content