Futuro da Energia

A biomassa é uma fonte crescentemente importante para países como o Brasil e vários outros. Avanços no conhecimento científico vêm possibilitando descobrir novas maneiras de sua utilização aumentando também nossa preocupação com os aspectos de sustentabilidade.

O evento que a FAPESP promoveu Global Sustainable Bioenergy (GSB) representa o esforço de cientistas comprometidos com a bioenergia e sua sustentabilidade. Ainda mantemos padrões de consumo de energia NÃO SUSTENTÁVEIS que demandam combustíveis líquidos (= grande driver para os bio-combustíveis líquidos como o etanol) e também nada comentamos ou estudamos sobre outra grande demanda global de bioenergia que é a lenha e carvão vegetal para uso doméstico (cocção).

Sinto falta desse aspecto nas discussões sobre sustentabilidade da bio-energia, e entendo que os desafios tecnológicos e científicos são de menor monta e menos glamurosos, mas nem por isso são menos importantes.

Sobre Gilberto

Professor Titular em Sistemas Energéticos do Departamento de Energia, Faculdade de Engenharia Mecânica da UNICAMP (Universidade de Campinas), Pesquisador Sênior do Núcleo Interdisciplinar de Energia da UNICAMP (NIPE-UNICAMP). Diretor Executivo da International Energy Initiative-IEI, uma pequena, organização não-governamental internacional, independente e de utilidade pública conduzida por especialistas em energia, reconhecidos internacionalmente e com escritórios regionais e programas na América Latina, África e Ásia. O IEI é responsável pela edição do periódico Energy for Sustainable Development, da editora Elsevier.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *