Dez dicas para estabelecer uma boa colaboração com bioinformatas

  1. Mande sempre suas sequências para o bioinformata em formato Word ou Excel. Se você quiser facilitar ainda mais, mande apenas imagens com os “print screens“ das sequências.
  2. Se o seu colaborador bioinformata lhe enviar como resultados uma tabela em formato texto com separadores, reclame que você não consegue abri-la e peça em formato do Excel ou do Word.
  3. Entregue ao bioinformata todos os dados de seu experimento mal planejado e mal executado e peça-lhe para encontrar alguma coisa legal que dê um artigo. Se ele achar, pergunte se não dá pra dividir em dois artigos.
  4. Nunca conte ao bioinformata do que se trata seu experimento para não o confundir com detalhes biológicos. Assim ele trabalhará mais motivado e com menos chances de se distrair.
  5. Caso resolva incluir o bioinformata entre os co-autores, nunca o coloque antes da quinta posição. Mesmo assim, só faça isso se o bioinformata fez o design experimental, analisou e interpretou os dados, fez todas as figuras e redigiu o artigo. Caso contrário, ele ficará feliz com um agradecimento.
  6. Sempre que estiver colaborando com um bioinformata, mande-lhe mensagens diárias para saber “como andam as análises”. De preferência, inclua como destinatários o chefe do bioinformata e o chefe do chefe.
  7. Nunca deixe suas análises com um único bioinformata. Entregue seus dados a dois ou três bioinformatas separadamente e em sigilo. Depois confira se os resultados são iguais.
  8. Nunca faça as figuras e gráficos do seu artigo, mesmo que sejam simples gráficos de pizza. Isso é trabalho do bioinformata.
  9. Sempre peça para o bioinformata escrever com detalhes os métodos que usou em suas análises. No entanto, no artigo resuma tudo como “using bioinformatics analysis”.
  10. O bioinformata sempre estará à sua disposição nas vésperas da defesa da sua tese para lhe explicar como o seu experimento foi planejado, como as análises foram executadas e o que significam os resultados.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Gustavo Costa

Peão de laboratório e bioinformata nas horas vagas.

3 respostas para Dez dicas para estabelecer uma boa colaboração com bioinformatas

  1. Juliana José diz:

    Sensacional!

  2. Osvald diz:

    Acredito que o autor se inspirou no filme “Como perder um homem em dez dias” para escrever esse POST cujo título deveria ser “Como perder um bioinformata em dez dias”.

    OBS: Olhe a foto desse “serumaninho incrível”.

  3. Mel diz:

    Adorei esse post! hahahaha
    Concordando com o Osvaldo, poderiam lançar o novo filme…”Como perder seu bioinformata em dez dias” huahuahuahua

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.