Bactérias Boazinhas (PARTE II) (V.2, N. 11, 2016)

          Os extremófilos são organismos capazes de viver, como seu nome indica, nos lugares mais extremos do planeta – ambientes com altas doses de radiação, com temperaturas menores que 20 ºC e maiores que 100 ºC, alta concentração de sais, metais e compostos altamente tóxicos para a maioria das espécies.

          Uma grande percentagem desses organismos extremófilos são bactérias, as quais, segundo alguns cientistas, possuem características semelhantes aos organismos primitivos da Terra, ou até àqueles que poderiam ser encontrados em outros planetas de nosso sistema solar.

alien-1295482

Gabriela Desireé

Estudante de doutorado em Química Orgânica na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), desenvolve sua tese no Laboratório de Biotecnologia e Biossíntese Combinatória (Labbicomb) do Instituto de Química

Você pode gostar...