V.4, N.11, 2018

Sincronia cerebral em sala de aula, o que isso significa? (V.4, N.11, 2018)

Ao falarmos de sincronia cerebral, parece até que estamos tentando adentrar o mundo obscuro da metafísica barata, parapsicologia e coisas afins do ocultismo barato… mas hoje não Professor X! Apesar do nosso grande desejo de discorrermos sobre a transmissão de pensamentos , transfiguração da essência...

Planta tem dor de barriga? (V.4, N.11, 2018)

As bacterioses intestinais são responsáveis por inúmeros casos de infecções (e muita dor de barriga!) em seres humanos. Elas são majoritariamente causadas por bactérias dos gêneros Salmonella e também linhagens agressivas de Escherichia coli, podendo evoluir para casos bastante graves e ocasionar, inclusive, a morte de pacientes.

Sobre el suicidio (I) (V.4, N.11, 2018)

Acompañar la cadena de pensamientos que se desata en la mente del suicida; comprender sus argumentos, sus motivos y asentir atónita a sus razones una a una – he aquí algo que le resulta no solo posible sino inclusive fácil y espontáneo a la inteligencia meditativa.

Deu bafão! A polêmica sobre a questão do Enem em relação ao “dialeto secreto” de gays e travestis (V.4, N.11, 2018)

No domingo, dia 04/11/2018, aproximadamente, 5,5 milhões de candidatos foram fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Entre várias questões de Linguagens, Ciências Humanas (totalizando 90 questões) e a Redação, houve algumas polêmicas, entre elas, a questão sobre o pajubá, o dito “dialeto...

As duas mortes de Luzia (V.4, N.11, 2018)

Oi! Quer saber meu nome? A minha tribo me chamava de Loo-dj-ahn. Mas isso foi há muito tempo atrás, antes mesmo de minha primeira morte. Hoje, pelo que sei, me chamam de Luzia. Acho que é como entendem meu nome. Como soa aos ouvidos das...

Como sobreviver a um apocalipse zumbi? (V.4, N.11, 2018)

Os zumbis – ou mortos-vivos – fazem parte do imaginário popular e frequentemente protagonizam séries, filmes, jogos e livros. Podemos defini-los, de forma simplificada, como cadáveres reanimados que perambulam instintivamente atrás de comida, sem nenhum livre-arbítrio ou personalidade.