Paleomundo

She sells sea shells on the sea shore (V.4,N.7,2018)

É de manhã cedo. O mar está calmo, e a maré baixa. Na grande falésia branca da praia de Lyme Regis, em Dorset, na Inglaterra, um grupo de pessoas está trabalhando nos rochedos. Usando martelos e picaretas, eles cortam o paredão em busca de fósseis....

Por que os filmes encantam a gente? (V.4,N.6,2018)

Comentamos num post anterior sobre a (im)possibilidade de criarmos um dinossauro a partir de um genoma. Muitos vídeos na internet e muitos livros abordam o tema. Do ponto de vista paleontológico, a preservação de material genético é impossível. A molécula de DNA é uma estrutura...

As glossopetras dão com a língua nos dentes (V.4, N.5, 2018)

Somos fósseis pequenos, de milímetros a decímetros de tamanho. Somos encontrados em abundância nas melhores camadas sedimentares próximas de você. No entanto, somos mais comuns em alguns lugares específicos do mar Mediterrâneo, de onde somos extraídas

O sólido dentro do sólido: Nicolau Steno, o cientista que virou santo (V.4, N.5, 2018)

Nicolau Steno foi um dos homenageados no Congresso Internacional de Geologia de 2004, realizado em Firenze. Lá, os cientistas inauguraram uma placa, onde faziam menção às suas imorredouras contribuições para a Mineralogia, a Paleontologia e a Estratigrafia. Boa parte delas havia sido realizada no tempo que que...

Skip to content