Lucas Miranda

O progresso tecnológico de Wakanda seria viável no mundo real? (V.5, N.8, 2019)

Se você assistiu ao filme do Pantera Negra deve ter se surpreendido com tamanho avanço tecnológico de Wakanda. Toda a tecnologia desse reino é baseada no metal fictício “Vibranium”, encontrado apenas por lá e em abundância. Em outro texto do Ciência Nerd já abordei a...

Existe algum paralelo biológico com os super-poderes do homem-aranha? (V.5, N.8, 2019)

Peter Parker era um adolescente muito interessado em ciências, sem muitas habilidades sociais e cuja maior preocupação era conseguir um emprego para ajudar seus tios, com quem morava. Certo dia, enquanto visitava um laboratório que fazia estudos sobre radioatividade, Peter foi picado por uma aranha...

Como sobreviver a um apocalipse zumbi? (V.4, N.11, 2018)

Os zumbis – ou mortos-vivos – fazem parte do imaginário popular e frequentemente protagonizam séries, filmes, jogos e livros. Podemos defini-los, de forma simplificada, como cadáveres reanimados que perambulam instintivamente atrás de comida, sem nenhum livre-arbítrio ou personalidade.

Wakanda: paraíso tecnológico e terra da representatividade (V.4, N.8, 2018)

Localizado na África Oriental, Wakanda é o país fictício mais tecnológico do mundo e detentor do metal fictício mais precioso dos quadrinhos, o vibranium. O novo filme da Marvel Comics acompanha a história do Pantera Negra, T’Challa, recém coroado como rei de Wakanda. No seu...

Inteligência artificial: com o que precisamos nos preocupar? (V.3, N.6, 2017)

Em 1993, o cientista da computação e escritor Vernor Vinge cunhou o termo “singularidade tecnológica“. Esse conceito se refere ao momento em que a inteligência artificial estará tão desenvolvida que os computadores superarão os próprios seres humanos e, a partir desse momento, será impossível prever...

A figura do herói e as narrativas na política (V. 3, N. 5, 2017)

Está difícil evitar o tema política nesses tempos. Muitos escândalos vindo à tona, eleições presidenciais batendo à porta, participação ativa das mídias tradicional e independente, constante uso de narrativas míticas clássicas pela comunicação política, crise de descontentamento e total perda de credibilidade dos três poderes, enorme polarização...

Skip to content