V.8, N.1, 2022

Profissão: FÍSICO (V.8, N.1, 2022)

Este é o primeiro post de uma série que pretendo fazer sobre profissões, faculdade e mercado de trabalho. Neste primeiro post, comecei falando sobre a profissão de físico, mas nos próximos trarei profissionais de outras áreas para tirar várias dúvidas sobre suas profissões.

Arte por Júlia Silva

Abstração na arte e na matemática (V.8, N.1, 2022)

A palavra “abstração” é por vezes uma palavra muito abstrata: é confusa e ninguém entende direito o que ela significa. Quando pensamos em arte abstrata, pensamos em uma arte distante da realidade, esquisita, geométrica, ou até figurativa. Para quem é familiar com matemática, a palavra...

Arte por Júlia Silva

Drucilla Cornell (V.8, N.1, 2022)

Neste último verbete que lançamos em 2021, Maria Walkíria Cabral escreve sobre Drucilla Cornell, uma filósofa, advogada e ativista, nascida em 1950, com uma importante atuação nos movimentos e sindicatos de mulheres nos Estados Unidos. Cornell realiza pesquisas no âmbito das discussões sobre Ética, feminismo...

Arte por Júlia Silva

O inimigo do meu inimigo…(V.8, N.1, 2022)

Cerca de 700 mil pessoas morrem anualmente devido às dificuldades no tratamento de infecções causadas por bactérias resistentes a antibióticos. A OMS estima que, até 2050, esse número deve aumentar para 10 milhões de pessoas por ano! Esses números assustadores mostram que este é um grande desafio para a...

Arte por Júlia Silva

O MERCADO da DÚVIDA na guerra contra regulamentações (V.8, N.1, 2022)

Imagine que você é dono de uma MEGA empresa de cigarros, por volta da década de 1950/1960, e começam a surgir várias pesquisas científicas dizendo que o cigarro faz muito (mal tanto para quem usa, quanto pra quem convive com fumantes). Você, magnata da indústria...

Arte por Júlia Silva

Porque o horário de verão não voltou (e não voltará) (V.8, N.1, 2022)

Vocês se lembram do meu texto relacionado ao horário de verão? Bem, passou-se um tempo desde que ele foi publicado. Hoje, devido a crise energética ocorrida entre 2020 e 2021 (discutida no texto 56), muitas pessoas tem pedido a volta do horário de verão.

Arte por Júlia Silva

Utopia: o sonho que antecede o pesadelo? (V.8, N.1, 2022)

Uma sociedade perfeita é um perfeito pesadelo, porque ela elimina a última coisa a ser eliminada do mundo, que é o indivíduo. Pode eliminar tudo, mnos o indivíduo, porque, se você eliminar o indivíduo, aí já está tudo eliminado, não tem mais nada. (Carlos Berriel)

Skip to content