V.4, N.4, 2018

Aranhas, escorpiões, baratas próximos do infinito e também de uma chinelada! (V.4, N.4, 2018)

Existem informações que escutamos numa palestra e nunca mais esquecemos. Um tempo atrás estava eu participando do Congresso de Paleontologia, assistindo as exposições orais, e entre elas uma me chamou particularmente a atenção. Se tratava da apresentação de um colega paleontólogo que estuda fósseis de...

Dilemas populacionais na década de 1950 (V.4, N.4, 2018)

Como já foi longamente debatido pela bibliografia especializada, um dos temas mais complexos do pensamento social e político, durante o século XX no Brasil, refere-se à “raça”. Os dilemas populacionais, na década de 1950, passaram das migrações de contingentes estrangeiros para os fluxos internos, nacionais....

África em debate no IEL/Unicamp: ressignificando perspectivas e caminhos literários (V.4, N.4, 2018)

As manifestações culturais dos países do continente africano ganharam espaço e importância nos estudos literários ao longo das últimas décadas. Reconhecer esse movimento é lidar com uma série de questões históricas que precisam ser encaradas de frente no mundo todo e, principalmente, no Brasil. No...

Definidos os representantes do Brasil para a Olimpíada internacional de linguística (V.4, N.4, 2018)

Olimpíada Brasileira de Linguística Nós já falamos duas vezes sobre a Olimpíada Brasileira de Linguística aqui no blog. Caso queira entender o que ela é e como funciona, vocês podem acessar esse link. Se quiserem saber mais sobre as questões, vocês podem acessar esse link.

Confira o capítulo 1 do livro “Planejamento integrado de recursos energéticos” (V.4, N.4, 2018)

Já está disponível para download gratuito o primeiro capítulo da nova edição do livro “Planejamento Integrado de Recursos Energéticos: oferta, demanda e suas interfaces”.  A publicação foi escrita pelos pesquisadores Gilberto de Martino Jannuzzi, autor deste blog e diretor da IEI Brasil, e por Joel...

Coleções de fósseis de A a Z (de Aldrovandi à Zabini) (V.4, N.4, 2018)

Quem nunca trouxe para casa uma pedra bonita no bolso que atire a primeira pedra. Museu do Palazzo Poggi, Bolonha, mostrando a coleção de História Natural montada por Ulisse Aldrovandi. O hábito de “catar pedrinhas” é tão antigo quanto a humanidade. Nossos ancestrais adoravam carregar...

Skip to content