Educação vem de berço! Será? (V.3, N. 1, 2017)

Certa vez escutei uma entrevista do filósofo Mário Sérgio Cortella, quando afirmava que a educação de uma criança é dever da família, cabendo ao professor contribuir para a escolarização dos alunos. Apesar de se referir ao ambiente escolar, me permito expandir esta colocação à todos os professores que atuam no ensino não-formal, incluindo também aqueles que ensinam esportes. Na mesma linha de raciocínio, já li também muitos post rasos em redes sociais defendendo o mesmo conteúdo: “Pais educam, escola ensina.”

Leopoldo Hirama

Docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, (UFRB), formado em Educação Física pela FEF-Unicamp, mestre em Ciências do Esporte e doutorando na mesma instituição. Atua na temática da Pedagogia do Esporte, mais especificamente nos esportes coletivos e lutas e as possibilidades do fenômeno esportivo na educação de crianças e adolescentes em comunidades periféricas. Atualmente pesquisa as características do ambiente de ensino do esporte para a formação da personalidade moral de jovens praticantes.

Você pode gostar...