A ciência pelos olhos da doutoranda Natália Reinecke

Arquivo pessoal

A conversa dessa vez foi com uma amiga, a doutoranda Natália Reinecke. Antes de apresentá-la vou contar um pouco de como conheci essa mulher incrível.

Em 2017 o Youtube Educação fez o primeiro encontro para educadores que têm canais na plataforma, a ideia era a troca de energia e aprendizagem coletiva entre os professores que ali estavam.

Dentre as poucas mulheres presentes, a Natália Reinecke se destacava, pois era a única mulher que tinha um canal de anatomia. Hoje posso afirmar que o canal dela é um dos maiores do país, e o maior com uma mulher como professora.

O que quero mostrar para vocês nessa entrevista, é que todas as mulheres podem ser o que elas querem, e a Natália é um exemplo disso. 

Graduada em fisioterapia, especialista em fisiologia do exercício, mestre em ciências da saúde e doutoranda pela Unifesp. Ela ainda encontra tempo para dar aulas de anatomia e fisiologia do corpo humano, pesquisas, trabalhar como divulgadora científica e edutuber. 

Esse aqui é o canal dela, se você ainda não é inscrito, aproveita!!!

https://www.youtube.com/watch?v=vvNuz3TFXqY

Além disso ela está no instagram sempre dando dicas e mostrando um pouco como é sua rotina de aluna de doutorado. Acho que vale a pena acompanhar o @anatomia_etc.

Abaixo, reproduzo, na íntegra as respostas e perguntas sobre escolhas, inspirações, dificuldades e o sentido da ciência.

Cientista – era isso que você queria ser quando crescesse? 

Não tinha muita ideia do que eu queria ser, mas desde muito cedo a ciência sempre me interessou muito! Programas como “o mundo de Beakman” eram os meus prediletos! 

Você já enfrentou alguma dificuldade enquanto cientista por ser mulher? 

É sempre um desafio para uma mulher ganhar espaço em um meio intelectual. Faço parte de um grupo de pesquisadores com predominância masculina, mas consegui conquistar meu espaço e mostrar que não sou diferente.

Como e porquê você criou um canal no Youtube?

Criei o canal a princípio para responder curiosidades que os alunos me traziam em sala de aula. Conforme o canal foi amadurecendo, comecei a produzir videoaulas e gravar sobre ciência e sobre minha experiência com a pesquisa no mestrado e doutorado. Gosto muito de falar sobre divulgação científica! 

Quais dicas você dá para outras mulheres que querem seguir esse caminho? 

Ser CURIOSA é o primeiro passo para quem quer seguir na pesquisa científica.  Então minha dica é: seja curiosa e não tenha medo de correr atrás das respostas! 

Descreva, em poucas palavras, a ciência pelas olhos da Natália Reinecke. 

Pra mim a ciência é o caminho para satisfazer as minhas curiosidades. Não que ela explique tudo, e nem acredito que irá. Mas é muito prazeroso quando podemos explicar o porquê as coisas são como elas são! 

 

Convido vocês a entrarem nesse mundo das ciências e conhecerem as mulheres que estão aí fazendo ciências das mais diferentes formas.

 

Formada em Física, Matemática, Pedagogia e cursa especialização em Educação e Tecnologia. Atualmente trabalha com revisão e produção de conteúdos, videoaulas e material didático de Física e Matemática. Apaixonada por ciências, educação, tecnologia e bolo de cenoura.

Sobre Natália De Nadai 2 Artigos
Formada em Física, Matemática, Pedagogia e cursa especialização em Educação e Tecnologia. Atualmente trabalha com revisão e produção de conteúdos, videoaulas e material didático de Física e Matemática. Apaixonada por ciências, educação, tecnologia e bolo de cenoura.

1 Comentário

  1. Parabéns a todas as mulheres q estão fazendo a diferença em nossa sociedade, tanto nas áreas de pesquisa, educação, bem como mudando conceitos em muitos setores de nossa sociedade. Muito sucesso a todas!!!

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*