Botânica Paralela

botânica paralela

Jorge Luis Borges tem o seu Livro dos Seres Imaginários ou Manual de Zoologia Fantástica, um bestiário de criaturas reconhecidamente inexistentes, uma zoologia sem animais. Não menos borgiano é a Botânica Paralela do escritor e ilustrador ítalo-holandês Leo Lionni [1910-1999]. Digno da Biblioteca de Babel, a Botânica Paralela é um catálogo de plantas inventadas, cujas características inventadas são descritas por botânicos igualmente inventados. (mais…)