Em uma palavra [468 e 469]

[468] sitiologia (si.tio.lo.gia)s.f. estudo, pesquisa ou tratado relacionado aos alimentos ou aos hábitos alimentares; ciência nutricional. sitiológico, adj. [do grego sitíon = grão, pão, alimento + logos = palavra, tratado] [469] mamoa (ma.moa)s.f. 1. montículo de forma arredondada. 2. Arq. pequeno monte de origem pré-histórica formado por humanos. 3. Bot. Leia mais…

Em uma palavra [463]

sistro (sis.tro) s.m. Hist. Mús. instrumento musical de percussão da Antiguidade, que consiste num arco fechado dentro do qual se inserem pequenos anéis ou barras metálicas e gera um som semelhante ao de chocalho. normalmente feito de bronze ou madeira, já era usado na Suméria e no Egito há mais de Leia mais…

Em uma palavra [381]

sincipúcio (sin.ci.pú.ci.o) s.m. Anat. região do cérebro ou do crânio situada junto à extremidade superior da cabeça, popularmente conhecida como cocoruto ou moleira; sincipital, adj. [do lat. sinciputis = metade da cabeça]

Em uma palavra [368]

sequaz (se.quaz) adj., s. 2 g. 1. que ou aquele que faz parte de uma escola filosófica, um partido político ou uma seita religiosa; discípulo, adepto. 2. seguidor de alguém que, filosófica, política ou religiosamente se apresenta como líder supremo; fiel, fanático. 3. que ou aquele que está sempre na Leia mais…

Em uma palavra [362]

simposiasta (sim.po.si.as.ta) adj. 2 g. s. 2 g. que ou aquele que participa de um simpósio, especialmente no sentido original da palavra: banquete regado a bebidas alcoólicas; bacante: “Embora não ocorram simpósios nesta época do ano, não faltam simposiastas”. [do grego sympotein = beber junto]

Em uma palavra [360]

sínfise (sín.fi.se) s.f. Anat. tipo de articulação fixa, formada pela união de dois ossos por meio de uma cartilagem fibrosa, o que resulta numa estrutura de movimento muito limitado porém resistente e estável; um exemplo no corpo humano é a sínfise púbica, situada na cintura pélvica. sinfísico ou sinfisiano, adj. Leia mais…

Em uma palavra [359]

sinégoro (si.né.go.ro) s.m. Hist. Dir. entre os gregos antigos, era o equivalente ao advogado de defesa ou defensor público do réu; eventualmente, também poderia defender o Estado, da mesma maneira que um procurador ou advogado-geral moderno.