Sobre a Monsanto, o problema com a cartilha “O Olho do Consumidor”, e as mentiras que circulam na internet…

Ontem recebi isto por e-mail um aviso de que a empresa Monsanto haveria entrado com uma liminar para retirar de circula√ß√£o uma cartilha sobre alimentos org√Ęnicos feita pelo Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (MAPA).

Segue o conte√ļdo do e-mail com a “not√≠cia”:
“A multinacional de sementes transg√™nicas Monsanto obteve uma liminar de mandado de seguran√ßa para impedir a distribui√ß√£o da cartilha “O Olho do Consumidor” produzida pelo Minist√©rio da Agricultura, com arte do Ziraldo, para divulgar a cria√ß√£o do Selo do SISORG (Sistema Brasileiro de Avalia√ß√£o de Conformidade Org√Ęnica) que pretendia padronizar, identificar e valorizar produtos org√Ęnicos, orientando o consumidor na sua escolha de alimentos realmente org√Ęnicos.

O link do Minist√©rio est√° “vazio” tendo sido retirado o arquivo do site. Em aut√™ntica desobedi√™ncia civil e resist√™ncia pac√≠fica √† medida de for√ßa legal, estamos distribuindo eletronicamente a cartilha.

Se voc√™ concorda com a distribui√ß√£o envie para os amigos e conhecidos.Se voc√™ n√£o concorda, simplesmente delete este e-mail.”

Essa cartilha sobre org√Ęnicos √© bastante conhecida, e o Minist√©rio da Agricultura foi bastante inteligente ao convidar o √≥timo Ziraldo para ilustr√°-la. No material, √© poss√≠vel encontrar a defini√ß√£o de alimento org√Ęnico, bem como orienta√ß√Ķes para que o consumidor possa identificar esses produtos no mercado.

A partir de 2010, todo produto org√Ęnico brasileiro, exceto aqueles vendidos diretamente pelos agricultores familiares, levar√° o selo do Sisorg (Sistema Brasileiro de Avalia√ß√£o da Conformidade Org√Ęnica). Esse selo, que teve a marca escolhida pelo p√ļblico, vai atestar que o produto est√° dentro de normas e foi avaliado por entidade credenciada do Minist√©rio da Agricultura. O selo de refer√™ncia j√° √© utilizado nos Estados Unidos, no Jap√£o e na Europa.

Quando vi a mensagem de que a Monsanto haveria entrado na Justi√ßa contra o Minist√©rio, fui buscar maiores informa√ß√Ķes, e as √ļnicas fontes que tratavam do assunto eram blogs criticando a empresa, e disponibilizando a cartilha para download, seguindo as “diretrizes” do e-mail que citei acima. Pr√° piorar, o link que disponibilizaria a cartilha no site do MAPA realmente n√£o continha mais o documento para download. Aparentemente, havia mesmo algo errado.

Como achei tudo isso muito estranho (um caso desses certamente teria algum tipo de repercussão nos grandes veículos de notícias), fui atrás da melhor fonte possível, na minha opinião: a própria Monsanto.

Segue a posição oficial da empresa sobre o episódio descrito no e-mail, que me foi dada por sua assessoria de imprensa ontem, logo que entrei em contato com eles:

“A Monsanto esclarece que n√£o procedem os boatos de que a empresa teria entrado como uma a√ß√£o judicial contra uma campanha educativa coordenada pelo MAPA (Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento) sobre os benef√≠cios de alimentos livres de agrot√≥xicos.

A empresa desconhece a origem dessa informa√ß√£o e reafirma o respeito pela liberdade de opini√£o, express√£o e escolha do mercado, institui√ß√Ķes e empresas pela utiliza√ß√£o de culturas convencionais, geneticamente modificadas ou org√Ęnicas.

A Monsanto se orgulha de ser líder em biotecnologia agrícola e acredita profundamente nos benefícios das culturas geneticamente modificadas, que têm potencial para ajudar a aumentar a produção de alimentos, com menos recursos naturais e, ainda, melhorar a vida de agricultores em todo o mundo.

Abraços,

Cl√°udia Santos
CDI Comunicação Corporativa
(11) 3817-7925 / (11) 8192-4134
E-mail: claudia@cdicom.com.br”

Mas pera√≠… a Monsanto √© aquela empresa diab√≥lica, que quer escravizar todos os agricultores, ent√£o √© de se esperar que a Assessoria da empresa esteja mentindo pr√° mim, n√£o √©? √Č, acho que s√≥ se eu tivesse uma posi√ß√£o do pr√≥prio Minist√©rio √© que eu poderia acreditar nessa empresa do mal!

Opa, pera√≠… eu tenho.

Li√ß√£o de casa feita, tirem suas pr√≥prias conclus√Ķes lendo a transcri√ß√£o de meu contato com o Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento, feito hoje de manh√£:

Descrição da Solicitação:
OL√Ā, GOSTARIA DE SABER COMO FA√áO PARA ADQUIRIR A CARTILHA “OLHO DO CONSUMIDOR”, LAN√áADA PARA DIVULGAR O SELO DO SISORG. MUITO OBRIGADO, GABRIEL L.A. CUNHA

Resposta/ Parecer da BINAGRI:
PARA ESCLARECER A POPULA√á√ÉO SOBRE O ALIMENTO ORG√āNICO, O MINIST√ČRIO DA AGRICULTURA, PECU√ĀRIA E ABASTECIMENTO/MAPA DISTRIBUIU UMA CARTILHA DO DESENHISTA ZIRALDO CHAMADA ‘O OLHO DO CONSUMIDOR’. NO MATERIAL H√Ā O CONCEITO DE ALIMENTO ORG√āNICO E ORIENTA√á√ēES PARA QUE O CONSUMIDOR POSSA IDENTIFICAR ESSES PRODUTOS NO MERCADO.

INFORMAMOS QUE O MAPA DISTRIBUIR√Ā APENAS UM EXEMPLAR POR SOLICITA√á√ÉO E TER√Ā DISPONIBILIDADE DE ENVIO A PARTIR DO DIA 03/08/2009.

CASO QUEIRA, PEDIMOS QUE PROCURE A SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA DO SEU ESTADO PARA VERIFICAR A POSSIBILIDADE DE ATENDIMENTO.

INFORMAMOS QUE AINDA QUE, A PARTIR DO DIA 03/08/2009, A CARTILHA ESTAR√Ā DISPON√ćVEL EM NOSSO SITE PARA DOWNLOAD.

Colocamo-nos à disposição para eventuais esclarecimentos através dos canais de contato de nossa Central de Relacionamento, conforme a seguir:

Telefone: 0800 704 1995
E-mail: binagri@agricultura.gov.br
Biblioteca Nacional de AgriculturaEndereço: Esplanada dos Ministérios, Bloco D, Anexo B, Térreo.
CEP 70043-900, Brasília DF
Caixa Postal 02432 РCEP: 70849-970 Brasília РDF

Atenciosamente,
Central de Relacionamento do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

D√ļvidas esclarecidas, s√≥ nos resta imaginar de onde saiu essa id√©ia da
liminar… Ser√° que foi uma a√ß√£o coletiva de ONGs e ambientalistas que
queriam promover mais a cartilha sobre org√Ęnicos, e, como b√īnus, atacar
um de seus alvos preferidos?

Acho que essa eu n√£o consigo esclarecer nem tentando…

Gostou desse texto? Siga-me no twitter @Gabriel_RNAm e clique aqui para assinar nosso Feed/RSS e receber conte√ļdo novo em primeira m√£o!

ps1: agradecimentos ao advogado Paulo Arthur Noronha Roesler, que me enviou o caso por e-mail, a Claudia Santos e Eleni Gritzapis, da assessoria de imprensa da Monsanto, e à Central de Relacionamento do MAPA.

ps2: quem não quiser esperar Agosto para ter acesso à cartilha, pode acessar o Blog VivoVerde

*UPDATE!

Tem mais sobre esse assunto no blog Maria Rê e o Fogão Azul, dica do @crisdias via Twitter em 03/08/2009.