Congresso científico fantasma

congresso fantasma.jpg

Calma, não é um congresso científico SOBRE fantasmas, o que seria um paradoxo.
Mas um congresso-SPAM. Isso mesmo. E maldoso.

Imagine receber um email com uma programação de congresso na China com pesquisadores top da sua área. E ainda te convidam para dar uma palestra e por isso se oferecem a pagar, ou melhor, reembolsar, sua estadia e inscrição.
“Ora, nunca fui pra China. Seria uma √≥tima oportunidade!”
N√£o s√≥ voc√™ se interessa e se inscreve como reenvia a outros colegas, como √© praxe. Manda seus dados, n√ļmero do cart√£o de cr√©dito e BINGO, n√£o existe congresso.

Isso n√£o √© novidade no mundo corporativo. Calotes com congressos ou cursos fantasmas s√£o muito comuns. Mas geralmente s√£o temas mais abrangentes, com listas de email inespec√≠ficas. Cursos de “venda mais”, ou “Quem Mexeu no Meu Queijo e A Arte da Guerra para pequenos empres√°rios”.

O diferente aqui destes dois casos de congressos científicos fantasma é o nível de sofisticação. A programação contém nomes de pesquisadores importantes da área, e os emails foram para pesquisadores e interessados nas tais áreas.

O primeiro caso aconteceu em agosto de 2009, o suposto Congresso Internacional de Cardiologia na China. Aqui o caso foi de roubo ou mal uso de informa√ß√£o de uma empresa chinesa que estava realmente organizando um congresso. Mas as informa√ß√Ķes, programa e email de pesquisadores, vazaram e foram utilizadas para divulgar o “evento” antecipado. Alguns pesquisadores fizeram inscri√ß√£o com cart√£o de cr√©dito e compras n√£o autorizadas foram feitas com eles.

O segundo ir√° acontecer em Dezembro de 2010 (ou n√£o). √Č o “Conference on Human Welfare and the Global Economy”, organizado por uma entidade chamada Action World International Organization (AWIO). Este engodo foi descoberto pela revista The Scientist, que ligou para o local do evento indicado no email e descobriu que n√£o h√° reserva para a data, e os palestrantes contatados n√£o est√£o sabendo de nada!

√Č minha gente, por isso digo que √© cada vez mais dif√≠cil ser cidad√£o hoje em dia. Agora pra cada convite de congresso que queira ir voc√™ tem que ligar para o local onde se realizar√° o evento e perguntar “Vai rolar mesmo?”. Ou ligar para o palestrante programado e perguntar “Voc√™ vai mesmo?”. Ou pior, voc√™ pode ser o pr√≥prio palestrante e ter que ficar recebendo emails de confirma√ß√£o de presen√ßa. Haja saco.

Mas é o preço das facilidades da vida moderna.

Sobre a Monsanto, o problema com a cartilha “O Olho do Consumidor”, e as mentiras que circulam na internet…

Ontem recebi isto por e-mail um aviso de que a empresa Monsanto haveria entrado com uma liminar para retirar de circula√ß√£o uma cartilha sobre alimentos org√Ęnicos feita pelo Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (MAPA).

Segue o conte√ļdo do e-mail com a “not√≠cia”:
“A multinacional de sementes transg√™nicas Monsanto obteve uma liminar de mandado de seguran√ßa para impedir a distribui√ß√£o da cartilha “O Olho do Consumidor” produzida pelo Minist√©rio da Agricultura, com arte do Ziraldo, para divulgar a cria√ß√£o do Selo do SISORG (Sistema Brasileiro de Avalia√ß√£o de Conformidade Org√Ęnica) que pretendia padronizar, identificar e valorizar produtos org√Ęnicos, orientando o consumidor na sua escolha de alimentos realmente org√Ęnicos.

O link do Minist√©rio est√° “vazio” tendo sido retirado o arquivo do site. Em aut√™ntica desobedi√™ncia civil e resist√™ncia pac√≠fica √† medida de for√ßa legal, estamos distribuindo eletronicamente a cartilha.

Se voc√™ concorda com a distribui√ß√£o envie para os amigos e conhecidos.Se voc√™ n√£o concorda, simplesmente delete este e-mail.”

Essa cartilha sobre org√Ęnicos √© bastante conhecida, e o Minist√©rio da Agricultura foi bastante inteligente ao convidar o √≥timo Ziraldo para ilustr√°-la. No material, √© poss√≠vel encontrar a defini√ß√£o de alimento org√Ęnico, bem como orienta√ß√Ķes para que o consumidor possa identificar esses produtos no mercado.

A partir de 2010, todo produto org√Ęnico brasileiro, exceto aqueles vendidos diretamente pelos agricultores familiares, levar√° o selo do Sisorg (Sistema Brasileiro de Avalia√ß√£o da Conformidade Org√Ęnica). Esse selo, que teve a marca escolhida pelo p√ļblico, vai atestar que o produto est√° dentro de normas e foi avaliado por entidade credenciada do Minist√©rio da Agricultura. O selo de refer√™ncia j√° √© utilizado nos Estados Unidos, no Jap√£o e na Europa.

Quando vi a mensagem de que a Monsanto haveria entrado na Justi√ßa contra o Minist√©rio, fui buscar maiores informa√ß√Ķes, e as √ļnicas fontes que tratavam do assunto eram blogs criticando a empresa, e disponibilizando a cartilha para download, seguindo as “diretrizes” do e-mail que citei acima. Pr√° piorar, o link que disponibilizaria a cartilha no site do MAPA realmente n√£o continha mais o documento para download. Aparentemente, havia mesmo algo errado.

Como achei tudo isso muito estranho (um caso desses certamente teria algum tipo de repercussão nos grandes veículos de notícias), fui atrás da melhor fonte possível, na minha opinião: a própria Monsanto.

Segue a posição oficial da empresa sobre o episódio descrito no e-mail, que me foi dada por sua assessoria de imprensa ontem, logo que entrei em contato com eles:

“A Monsanto esclarece que n√£o procedem os boatos de que a empresa teria entrado como uma a√ß√£o judicial contra uma campanha educativa coordenada pelo MAPA (Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento) sobre os benef√≠cios de alimentos livres de agrot√≥xicos.

A empresa desconhece a origem dessa informa√ß√£o e reafirma o respeito pela liberdade de opini√£o, express√£o e escolha do mercado, institui√ß√Ķes e empresas pela utiliza√ß√£o de culturas convencionais, geneticamente modificadas ou org√Ęnicas.

A Monsanto se orgulha de ser líder em biotecnologia agrícola e acredita profundamente nos benefícios das culturas geneticamente modificadas, que têm potencial para ajudar a aumentar a produção de alimentos, com menos recursos naturais e, ainda, melhorar a vida de agricultores em todo o mundo.

Abraços,

Cl√°udia Santos
CDI Comunicação Corporativa
(11) 3817-7925 / (11) 8192-4134
E-mail: claudia@cdicom.com.br”

Mas pera√≠… a Monsanto √© aquela empresa diab√≥lica, que quer escravizar todos os agricultores, ent√£o √© de se esperar que a Assessoria da empresa esteja mentindo pr√° mim, n√£o √©? √Č, acho que s√≥ se eu tivesse uma posi√ß√£o do pr√≥prio Minist√©rio √© que eu poderia acreditar nessa empresa do mal!

Opa, pera√≠… eu tenho.

Li√ß√£o de casa feita, tirem suas pr√≥prias conclus√Ķes lendo a transcri√ß√£o de meu contato com o Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento, feito hoje de manh√£:

Descrição da Solicitação:
OL√Ā, GOSTARIA DE SABER COMO FA√áO PARA ADQUIRIR A CARTILHA “OLHO DO CONSUMIDOR”, LAN√áADA PARA DIVULGAR O SELO DO SISORG. MUITO OBRIGADO, GABRIEL L.A. CUNHA

Resposta/ Parecer da BINAGRI:
PARA ESCLARECER A POPULA√á√ÉO SOBRE O ALIMENTO ORG√āNICO, O MINIST√ČRIO DA AGRICULTURA, PECU√ĀRIA E ABASTECIMENTO/MAPA DISTRIBUIU UMA CARTILHA DO DESENHISTA ZIRALDO CHAMADA ‘O OLHO DO CONSUMIDOR’. NO MATERIAL H√Ā O CONCEITO DE ALIMENTO ORG√āNICO E ORIENTA√á√ēES PARA QUE O CONSUMIDOR POSSA IDENTIFICAR ESSES PRODUTOS NO MERCADO.

INFORMAMOS QUE O MAPA DISTRIBUIR√Ā APENAS UM EXEMPLAR POR SOLICITA√á√ÉO E TER√Ā DISPONIBILIDADE DE ENVIO A PARTIR DO DIA 03/08/2009.

CASO QUEIRA, PEDIMOS QUE PROCURE A SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DE AGRICULTURA DO SEU ESTADO PARA VERIFICAR A POSSIBILIDADE DE ATENDIMENTO.

INFORMAMOS QUE AINDA QUE, A PARTIR DO DIA 03/08/2009, A CARTILHA ESTAR√Ā DISPON√ćVEL EM NOSSO SITE PARA DOWNLOAD.

Colocamo-nos à disposição para eventuais esclarecimentos através dos canais de contato de nossa Central de Relacionamento, conforme a seguir:

Telefone: 0800 704 1995
E-mail: binagri@agricultura.gov.br
Biblioteca Nacional de AgriculturaEndereço: Esplanada dos Ministérios, Bloco D, Anexo B, Térreo.
CEP 70043-900, Brasília DF
Caixa Postal 02432 РCEP: 70849-970 Brasília РDF

Atenciosamente,
Central de Relacionamento do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

D√ļvidas esclarecidas, s√≥ nos resta imaginar de onde saiu essa id√©ia da
liminar… Ser√° que foi uma a√ß√£o coletiva de ONGs e ambientalistas que
queriam promover mais a cartilha sobre org√Ęnicos, e, como b√īnus, atacar
um de seus alvos preferidos?

Acho que essa eu n√£o consigo esclarecer nem tentando…

Gostou desse texto? Siga-me no twitter @Gabriel_RNAm e clique aqui para assinar nosso Feed/RSS e receber conte√ļdo novo em primeira m√£o!

ps1: agradecimentos ao advogado Paulo Arthur Noronha Roesler, que me enviou o caso por e-mail, a Claudia Santos e Eleni Gritzapis, da assessoria de imprensa da Monsanto, e à Central de Relacionamento do MAPA.

ps2: quem não quiser esperar Agosto para ter acesso à cartilha, pode acessar o Blog VivoVerde

*UPDATE!

Tem mais sobre esse assunto no blog Maria Rê e o Fogão Azul, dica do @crisdias via Twitter em 03/08/2009.

Bicarbonato de s√≥dio N√ÉO cura o c√Ęncer

Atualização 08/07/09: Leia depois o post sobre o trabalho que comprova a eficácia do bicarbonato contra metástase. Mas nada de cura ainda, e muito menos de fungos.


Mais uma cura para o c√Ęncer foi achada!
Agora √© o bicarbonato de s√≥dio. Simples e barato. O sonho de qualquer doente. Por isso mesmo devemos desconfiar. √Č o tradicional “quando a esmola √© demais o santo desconfia”.
O médico Tullio Simoncini chama atenção pela simplicidade do tratamento que criou.
Segue aqui um trecho do spam que flutua pela internet:

“O m√©dico observou que todo paciente de c√Ęncer tem aftas. Isso j√° era sabido da comunidade m√©dica, mas sempre foi tratada como uma infec√ß√£o oportunista por fungos – Candida albicans.
Esse m√©dico achou muito estranho que todos os tipo de c√Ęncer tivessem essa caracter√≠stica, ou seja, v√°rios s√£o os tipos de tumores mas t√™m em comum o aparecimento das famosas aftas no paciente.
Ent√£o, pode estar ocorrendo o contr√°rio – pensou ele. A causa do c√Ęncer pode ser o fungo. E, para tratar esse fungo, usa-se o medicamento mais simples que a humanidade conhece: bicarbonato de s√≥dio.
Assim ele começou a tratar seus pacientes com bicarbonado de sódio, não apenas ingerível, mas metodicamente controlado sobre os tumores.
Resultados surpreendentes come√ßaram a acontecer. Tumores de pulm√£o, pr√≥stata e intestino desapareciam como num passe de m√°gica, junto com as Aftas. Desta forma, muit√≠ssimos pacientes de c√Ęncer foram curados e hoje comprovam com seus exames os resultados altamente positivos do tratamento.”


O fungo causando o c√Ęncer. Alias, TODOS os tipos de c√Ęncer.
Bom, seria simples verificar pelo menos a presen√ßa do fungo ou de seus produtos nos tumores. N√£o sei se algu√©m j√° fez isto, mas √© algo que o m√©dico que prop√Ķem o tratamento deve ter feito. Deve ter feito testes em ratos e camundongos. Deve ter identificado como o fungo causa muta√ß√£o no DNA das c√©lulas do tecido atacado.
Não, nada disso foi feito. Mesmo em seu site o médico, que pelo que pude averiguar não é mais médico pois teve seu registro cassado, não realizou nenhum estudo minimamente cuidadoso. Não testou em animais, não tem uma lista confiável para acompanhamento de pacientes tratados, ou seja, ele e seu tratamento vivem à margem da medicina.
O pior de tudo √© que ele nega veementemente o fato do c√Ęncer ser uma doen√ßa ligada ao DNA, sendo que sabemos hoje que esta √© a base de sua origem. N√£o existe mist√©rio nenhum aqui, como Simoncini afirma existir. Uma prova simples √© a s√≠ndrome Li-Fraumeni, que faz a pessoa ter c√Ęncer muito mais cedo que a maioria da popula√ß√£o por possuir uma c√≥pia (alelo) a menos de um gene importante na regula√ß√£o da c√©lula. Os filhos de pessoas com a s√≠ndrome tamb√©m t√™m maior chance de desenvolver c√Ęncer prematuramente. Isso prova que o c√Ęncer √© sim ligado √† gen√©tica.
Mortes pelo tratamento
Encontrei aqui neste site acusa√ß√Ķes mais s√©rias, dizendo at√© que uma pessoa tratada por este m√©dico na Holanda morreu em decorr√™ncia ao tratamento.
E fechando com chave de ouro, veja se um m√©dico que se diz injusti√ßado e busca reconhecimento pela seriedade deveria colocar em sua p√°gina fatos como este no seu perfil: “Quando estudante no colegial e na faculdade, suas habilidades musicais o levaram a formar bandas que fizeram shows pelo centro da It√°lia”.
Bandas? Ah… que bom. Informa√ß√£o muito pertinente.
Gostou desse texto? Siga-me no twitter @Rafael_RNAm e clique aqui para assinar nosso Feed/RSS e receber conte√ļdo novo em primeira m√£o!

Atualização 08/07/09: Leia depois o post sobre o trabalho que comprova a eficácia do bicarbonato contra metástase. Mas nada de cura ainda, e muito menos de fungos.