Musicologia na Mídia

O lado positivo da melodia e da harmonia negativa parte 1. (V.6, N.1, 2020)

Nos últimos anos, muitos músicos têm comentado sobre aquilo que veio a ser chamado de “harmonia negativa” (negative harmony). Este conceito foi popularizado por volta de 2017, pelo famoso e talentoso músico e youtuber, Jacob Collier. Em um video de uma de suas entrevistas, Collier...

Complicação, complexidade e criatividade musical parte 3. (V.5, N.12, 2019)

No artigo anterior, tratei da definição de criatividade sob a perspectiva evolutiva, onde seus processos mentais constituintes são similares aos processos darwinianos de evolução biológica das espécies. Em seguida, tratei rapidamente das 3 formas de inferência do raciocínio humano e como estas dialogam com o...

Complicação, complexidade e criatividade musical parte 2. (V.5, N.12, 2019)

No artigo anterior, eu tratei do que havia definido como sendo as 3 perspectivas da criatividade musical que compõem o “nature” (natureza) da essência que permite com que uma obra musical se torne interessante para os ouvintes. Este fato depende dos processos criativos do ouvinte,...

Música e surdez: uma rápida introdução. (V.5, N.12, 2019)

Neste domingo o pessoal da coordenação dos blogs de ciência da Unicamp me enviou este link de uma coluna da UOL da semana passada falando que um DJ fez, no último dia 30/11, o primeiro show de música eletrônica para surdos (ou seja, com tradução...

Avanços e caminhos da computação musical parte 3 (V.5, N.12, 2019)

No artigo anterior descrevi brevemente os modelos clássicos de síntese sonora da segunda metade do século 20 DC. Do modo como entendo, os processos de síntese sonora apresentam 3 elementos principais, que eu chamo aqui de: 1) Sonoridade (a facilidade de gerar audio com grande...

Avanços e caminhos da computação musical parte 2. (V.5, N.11, 2019)

Na semana passada iniciei uma descrição do caminho trilhado pelo desenvolvimento científico e consequentemente tecnológico da computação musical. Continuo agora a partir do lançamento do primeiro sintetizador digital musical, no começo da década de 1980.

Skip to content