Quimikinha

Química da pitaia. (V.5, N.11, 2019)

Pitaia, pitaya e fruta do dragão são nomes comuns dados a algumas cactáceas frutíferas do gênero Hylocereus. Nos últimos anos, a pitaia ganhou popularidade, pelo menos em parte, como resultado da aparência atraente e devido aos potenciais benefícios à saúde dos altos níveis de betalaína,...

Quiralidade e açúcar raro – frutose e psicose (V.5, N.1, 2019)

Quiralidade e açúcar raro – frutose e psicoseNo post “Quiralidade e cotidiano”, nós vimos que existem moléculas que são como gêmeos idênticos, embora estruturalmente tenham a mesma quantidade de átomos, podem apresentar propriedades físico-quimicas completamente diferentes. Uma classe de compostos químicos presente no nosso cotidiano...

Quiralidade e cotidiano V.4, N.9, 2018

Quiralidade refere-se a uma propriedade geométrica importante em vários ramos das ciências, incluindo matemática, química, genética e bioquímica. Por definição, ela descreve objetos na natureza em que não é possível sobreposição de sua imagem espelhada.

Paradoxos da talidomida – “de temida à promissor fármaco” (V.4, N.6, 2018)

Na postagem anterior “A tragédia da talidomida – a importância da segurança e regulamentação de medicamentos”, nós vimos que um efeito colateral da talidomida (Figura 1) provocou má formação em mais de 10.000 pessoas em todo o mundo. E, que depois desse evento inesperado provocado por...

Tragédia da talidomida – divisor de águas na regulamentação de medicamento (V.4, N.5, 2018)

A talidomida é um composto do tipo isoindole piperidinil [1], originalmente introduzido como um fármaco hipnótico e também foi usada para aliviar náuseas em mulheres grávidas  [2]. Historicamente, esse fármaco foi um potente sedativo da era pós-guerra. Numa época em que a insônia prevalecia, a talidomida era...

Pesquisa em química medicinal – mulheres na ciência (V.4, N.2, 2018)

Como hoje é o dia das mulheres,  escolhi falar um pouco sobre a atuação das mulheres na área da Química medicinal  e na ciência brasileira como uma homenagem do Blog Quimikinha a mulher cientista. Vamos lá! Um artigo da revista ACS Medicinal Chemistry Letters mostra um análise sobre...

Prêmio Nobel de química e biomoléculas (V.3, N.10, 2017)

O Prêmio Nobel de química de 2017 foi concedido aos pesquisadores que estão na vanguarda da inovação no campo da visualização tridimesional de biomoléculas. De acordo com a citação do prêmio, Jacques Dubochet (Universidade de Lausanne), Joachim Frank (Universidade de Columbia) e Richard Henderson (MRC...