V.2, N. 8, 2016

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? (V.2, N. 8, 2016)

Este é o primeiro posto deste blog. É também o meu primeiro post em um projeto de extensão, com objetivo de divulgar, difundir e discutir sobre Ciências, Geociências e Paleontologia. Como uma feliz coincidência este blog surge quase um ano após a divulgação do resultado que...

A era pós-genômica (V.2, N. 8, 2016)

O Projeto Genoma Humano, iniciado no final da década de 80 e finalizado 14 anos depois, foi o resultado da revolução científica que ocorreu durante os últimos 30 anos do período, quando a Biologia Molecular passou a andar de mãos dadas com a Informática dando...

Evento traz abordagem científica e antropológica de psicodélicos (V.2, N. 8, 2016)

Psicodélico é, resumidamente, o nome dado a substâncias que tem a capacidade de causar modificações físico-químicas no cérebro que alteram percepções sensoriais da realidade e processos cognitivos, afetando a própria consciência. Dentro desse tema, teve lugar no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL/UNICAMP), de 09 a...

A disseminação da tecnologia solar fotovoltaica no Brasil: possíveis contribuições da isenção do ICMS (V.2, N. 8, 2016)

Nos estágios iniciais da difusão de novas tecnologias é conhecida a importância do apoio de políticas públicas para que se obtenham os benefícios esperados do uso das mesmas. Isso é especialmente importante quando existem barreiras de custos elevados, informação, e entre outros que impedem que essas...

Refutando mitos: como evitar o ‘tiro pela culatra’ (V.2, N. 8, 2016)

Nas atividades de divulgação científica, com boa frequência, deparamo-nos com várias afirmações (e negações) errôneas mais ou menos populares e de ampla disseminação – que costumamos denominar de ‘mito’. Como divulgadores, é nossa obrigação abordar tais desinformações, porém a forma mais comum: dizer qual é o...

Skip to content