Você está realmente protegido dos micro-organismos? (V.2, N. 5, 2016)

Pode um ser microscópico derrotar o poderoso ser macroscópico? Alguns micrômetros de tamanho são capazes de derrubar metros, quilômetros, de estruturas complexas?

Um dos trabalhos mais importantes na área de microbiologia de alimentos está relacionado à segurança de alimentos (a diferença entre segurança de alimentos e segurança alimentar será discutida em posts futuros).

Você já parou para pensar se todo alimento consumido por nós é realmente seguro? Ou seja, ao ingerirmos comida, estamos realmente nos alimentando ou podemos estar nos intoxicando?

Existem 3 categorias de perigos que podem estar associados aos seus alimentos: [simple_tooltip content=’pedras, areia, fragmentos de animais, etc’]perigos físicos[/simple_tooltip], [simple_tooltip content=’agrotóxicos, inseticidas, micotoxinas, etc’]químicos[/simple_tooltip]e [simple_tooltip content=’micro-organismos, toxinas, esporos, etc’]biológicos[/simple_tooltip]. Vamos aqui nos ater aos perigos microbiológicos.

Todo produto consumido por nós está sujeito à contaminações por bactérias, fungos, vírus e esporos. Esta contaminação muitas vezes é originada do campo, ou seja, é intrínseca ao tipo de alimento produzido.

Uma maneira de se evitá-las é preparar as refeições de maneiras adequadas, como por exemplo, manutenção da cadeia do frio e cozimento adequado de alimentos.

Além das questões de preparo, condições ideais de limpeza e sanitização de equipamentos utilizados no preparo dos mesmo, são pré-requisitos essenciais para manutenção do bem estar da população. Como microbiologista de alimentos, uma das minhas funções é garantir que essas condições ideais sejam atingidas.

Com este objetivo em mente, este blog tem o compromisso de trazer ao leitor informações relevantes do fantástico mundo da microbiologia, divulgando a ciência e pesquisa desenvolvidas não somente em nosso laboratório, mas em outros centros de referência no mundo!

A informação, a curiosidade e a ânsia por tornar o mundo melhor moldam o cientista!

Para finalizar este primeiro post, gostaria de deixar um pensamento “microbiologista”, e o convite para curtir nossas futuras publicações.

“Antes de o mundo ser macro, ele foi, é, e sempre será, microscópico”

Você pode gostar...

Skip to content