Sacolas Plásticas e reportagens

Uma coisa que eu aboli das minhas idas ao supermercado é trazer sacolas plásticas pra casa. Sempre levo minhas sacolas de pano que são bem mais práticas de carregar. Infelizmente quando saio de casa sem a pretensão de ir ao supermercado e acabo parando lá tento trazer o mínimo de sacolas possível. Quando compro coisas pequenas quando estou andando ou passeando sem rumo, se o objeto que eu comprei cabe na minha bolsa, não aceito sacolas também.

Eis que me surpreendo com uma reportagem do Fantástico falando da resistência das sacolas plásticas dos supermercados. Um teste do Inmetro reprovou todas as sacolinhas dizendo que não são suficientemente resistentes, que não agüentam o peso que anunciam agüentar e etc. Assista aqui.

Em nenhum momento eles falaram para as pessoas usarem outro tipo de sacola, se 80% das pessoas que vão a supermercado vão a pé ou de ônibus por que não sugerir para as pessoas irem de mochila? Além de ser muito mais ecológico é muito mais fácil de carregar a mercadoria. Acho que o supermercado não tem obrigação nenhuma de nos dar sacolas, nem das sacolas serem resistentes e de excelente qualidade.

Bom, o que mais me surpreendeu foi a falta de coerência das reportagens num mesmo programa. Não sei se foi semana passada ou quando foi, naquela série “Mundo de Valentina” foi discutido o lixo (aqui), o quanto de lixo produzimos na nossa vida e espaço que ele ocupa., uma reportagem super educativa e que ajuda as pessoas a se sensibilizar sobre o assunto.

Um programa que mostra uma reportagem que se preocupa tanto com o lixo gerado como não fala nada quando trata de sacolas plásticas? Um objeto que causa inúmeros problemas para a natureza? Desde a decomposição infinita no ambiente até morte de animais no mar por asfixia e intoxicação. É, a Globo ta precisando de umas aulinhas de sustentabilidade, ou seria só de coerência, mesmo?

2 Comments

  • Mercedes
    7 de julho de 2007 - 19:37 | Permalink

    Claudia,parabéns pelo texto!É um contra-senso mesmo não terem sequer citado as sacolas plásticas, que em dias de vento parecem até “frutos” pendurados nas árvores, de tantas que estão espalhadas pelo ambiente!!!Eu também uso minhas próprias sacolas permanentes.Muita gente argumenta que as sacolas plásticas servem para colocar o lixo depois… mas neste caso já existem (eu uso) os sacos de lixo oxibiodegradáveis, que se decompõem no aterro sanitário em 18 meses apenas, contra 500 anos das sacolas plásticas. Além disso, a matéria orgânica que se decompõe dentro das sacolas plásticas comuns, acontece de forma anaeróbica e portanto produz gás metano, que é 21 vezes mais potente para o aquecimento global do que o CO2.Vou deixar um link pra você visitar:http://folhaverde.wordpress.com/2007/05/26/sacolas-plasticas-com-os-dias-contados/Abraços e parabéns pelo blog.Mercedes.

  • Isabel
    25 de julho de 2007 - 04:18 | Permalink

    Cláudia,meus parabéns pelo seu site!!! Estou com você nessa luta pelo meio ambiente! Considero essa questão das sacolas muito importante e fico sempre pensando em opções viáveis de substituí-las. Achei a idéia da mochila super simples e eficiente. Já mandei alguns e-mails para supermercados aqui no Rio sugerindo a disponibilização de sacolas de pano para a venda. O problema é conseguir tirar o povo da inércia. Mas aos poucos a gente chega lá.Mais uma vez parabéns pela iniciativa!!!Beijos

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Skip to content