As instituições financeiras

A cada dia aparece um novo banco proclamando suas ações sustentáveis, suas ações a favor do meio ambiente e afins…

O primeiro de todos (até onde me lembro) foi o Banco Real que agora mudou de “slogan”, o que antes era o Banco da Sustentabilidade, agora quer reinventar, e mantém seu site bancoreal.com.br/sustentabilidade.

Aí veio o Itaú, trazendo o Al Gore, patrocinando o Live Earth e criando um concurso que eu falei aqui… Na minha opinião essa linha do Itaú é a mais “populista” e menos educativa, já expressei a minha opinião sobre o Live Earth aqui, não convém repetir o discurso.

Agora é a vez do Banco do Brasil de virar o Banco da Sustentabilidade (acho bem engraçada essa auto-intitulação dos bancos). Com a campanha do 3, bem criativa, incentivando as pessoas a tomar 3 atitudes que façam a diferença.

Acabei de ler (aqui) que o HSBC é o maior banco do mundo a se tornar carbono neutro e pretende aplicar nada mais nada menos que US$ 90 milhões nos próximos 5 anos para reduzir o seu impacto ambiental. O “Programa global de eficiência e meio ambiente” vai permitir que escritórios do HSBC do mundo inteiro apresentem casos de inovação ambiental e compartilhem práticas para ajudar o banco a atingir suas metas. Aqui no Brasil eles divulgam bem pouco esse tipo de ações.

É tudo muito bonito, tudo muito maravilhoso, mas será que um dia um banco vai ser mesmo uma instituição sustentável?? O que um banco produz de fato para ser a instituição que mais dá lucro no mundo? Ok, ok é o dinheiro deles que faz, produz e acontece no mundo, mas é absurdo ganhar tanto dinheiro fazendo muito pouco ou quase nada. Qual trabalho eles tem? É fácil dizer por exemplo: eu incentivo a construção sustentável, mas o que você faz efetivamente pra isso? Tem uma linha de crédito, tá, mas você ensina, treina, investe em alguém pra fazer isso? Ou simplesmente você espera um projeto pronto chegar na sua mesa e vê se aprova ou não? Tudo bem vão me dizer que indiretamente o que acontece é o investimento e a função do banco não é essa, mas nada me justifica os bilhões ganhos pra produzir diretamente absolutamente NADA! É isso que você quer chamar de sustentabilidade?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content