É interessante, é um começo…

O que você espera de um boletim de análises econômicas? Que ele fale em crescimento, perspectivas futuras, lucro, ganhos, crise, taxas, etc etc etc

Impressionantemente recebi um Boletim desses chamado Global Economics Comment do Credit Suisse (em inglês) e ele não falava nada daquele linguajar chato de economia, ele contava o relato de um funcionário chinês que trabalha em Nova Iorque e vai constantemente pra China e de como ele notou numa das últimas viagens algumas diferenças.

Ele descreve vários aspectos percebidos na evolução da China no quesito ambiental, como a proibição do uso das sacolas plásticas e como a população se adaptou, da melhora na qualidade do ar, não, isso não quer dizer que lá o ar está bom, só houve uma melhora, algo como conseguir de vez em quando ver o céu azul. Tudo bem que ele é chinês e chineses adoram contar vantagem do seu país (meu pai por exemplo, faz 40 anos que está no Brasil, nunca mais voltou pra lá e fala da China com um orgulho de como quem nunca tivesse saído de lá). Mas o simples fato de um texto de uma instituição financeira chamado de Comentário da Economia Global (tradução livre minha) abordar o meio ambiente já me deixa bem feliz.

Contudo, o Hugo me lembrou que nem tudo é tão bonito assim, afinal o texto afirma que com a preocupação ambiental a China conseguirá atingir um crescimento sustentado, menos, né? Não é bem assim…

One comment

  • 20 de junho de 2009 - 22:18 | Permalink

    Claudia,
    Tenho também uma grande admiração pela China ainda tenho a esperança que com sua inevitável futura hegemonia, algo mude, nem que seja a perspectiva. Esta esperança tem sido arrefecida, no entanto, exatamente na ênfase que tem sido dada por lá ao crescimento nos moldes francamente ocidentais. Pelo menos, a atenção ao problema ambiental tem sido dada agora, no início do crescimento, vamos ver mais à frente.

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Skip to content