>

Ao sair de uma festa em Cambridge, H.G. Wells percebeu que havia levado o chapéu errado. O nome do proprietário estava dentro da borda. Mas o chapéu servia tão bem e Wells gostou tanto dele que decidiu devolver não o chapéu, mas um bilhete:

“Eu roubei seu chapéu; gosto do seu chapéu; vou ficar com seu chapéu. Sempre que eu olhar para dentro dele, lembrar-me-ei de você, do seu excelente Xerez e da cidade de Cambridge. Eu tiro seu chapéu para você.”


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *