>Em uma palavra [77]

> ipsedixitismo (ip.se.di.xi.tis.mo [ksi]) s.m. Retór. argumento dogmático ou arbitrário, normalmente baseado em algum argumento de autoridade. Ip.se.di.xi.tis.ta, adj. aquele que recorre ao ipsedixitismo; pessoa muito dogmática. [do latim ipse dixit, ele-mesmo disse] Segundo Cícero (De Rerum Natura, I, 5) , o uso da frase remonta aos pitagóricos, para os quais a autoridade de Pitágoras […]

>De trás pra frente, só que ao contrário

> Quando Marshall Bean saiu do Exército dos Estados Unidos em 1965, após servir por oito anos, ele decidiu começar uma nova vida. Não por se envergonhar de sua experiência militar, mas apenas para enganar os credores mesmo. Por isso, ele inverteu seu nome: em sua carteira de motorista e seu cartão de seguridade social […]

>Patentes patéticas (nº. 32)

Em 1921, Robert Martin, de Ocala, na Flórida, conseguiu a patente para um opcional que traria muita praticidade ao já popular automóvel: um forno. Ou melhor: Um forno de cozimento para automóveis, aquecido a gás de exaustão, formado por uma câmara fechada para encerrar utensílios de cozinha. A dita câmara tem uma tampa móvel para […]

>Menor Encaixotado

> É um triste fato que bebês mortos apareçam frequentemente entre os conteúdos dos Departamentos de Achados e Perdidos das ferrovias. Quando isso acontece, eles são geralmente entregues à polícia e um inquérito formal é aberto. Há pouco tempo, conta-me Mr. Groom, uma criança viva foi encontrada em uma pequena caixa na plataforma de embarque, […]

>O paradoxo do acionista honesto

> Um acionista em meio a uma crise de consciência? Suponha que você tenha  ações de uma companhia e que você descobriu que ela age de maneira imoral (digamos que ela explore mão-de-obra em condições de escravidão). Você decide, então, vender seus títulos. Mas será que isso é moralmente correto?  Se possuir as ações de […]

>Soneto ao Nada

>Poema de Richard Porson, publicado na edição de 4 de março de 1814 do Morning Chronicle: Misterioso Nada! Como hei-de mostrarVosso infome, infundado, ilocável vazio?Nem forma, nem cor, nem som, nem tamanho traz.Nem palavras ou dedos podem expressar vosso vozerio. Mas embora não possamos vos comparar a algures,Um milhar de coisas a vós podem se […]

>Em uma palavra [76]

> polhastro (po.lhas.tro) s.m. 1. Frango grande. 2. Jovem de grande estatura; rapagão; mocetão; cavalo. 3. Espertalhão. [do castelhano pollastro, aumentativo de pollo = polho (port. arcaico), frango; rapaz] Se juntarmos todos os sentidos de polhastro teremos um sinônimo muito bom para um cara galinha (e talvez até melhor).

« Página anterior
Skip to content