Quando se fala em Grande Muralha da Índia é fácil pensar que se trata apenas de mais um nome para as enormes montanhas ao norte do subcontinente indiano. Mas a Índia também tem sua Grande Muralha — e não se trata de um golpe de publicidade para atrair turistas.

Pelo contrário, a Muralha de Kumbhalgarh é um dos segredos mais bem guardados pelos indianos. Serpenteando através de vales e montanhas há meio milênio, a muralha hindu extende-se por mais de 36 quilômetros — pode parecer pouco perto da congênere chinesa, mas ainda assim é o segundo maior muro de defesa do mundo. As longas paredes fortificadas são parte do perímetro do Forte de Kumbhalgarh e protegem uma área de mais de 57.000 km².

Construído no século XV pelo então rei de Mewar, Rana Kumbha (1433-1468), o complexo de Kumbhalgarh continuou sendo usado para fins militares, por diversos governos e Estados, até o século XIX. Centenas de templos antigos e modernas reservas de vida selvagem escondem-se por trás dos muros que têm até 15 metros de largura.

Para os mais radicais, o terreno acidentado da área oferece trilhas off-road. À noite, há um esplêndido espetáculo de iluminação — diz-se que antigamente a muralha era tão bem iluminada que os agricultores das vizinhanças poderiam trabalhar à noite. A exploração turística do local ainda é recente e muita gente passa pela Índia sem ver suas muralhas.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *