ultracrepidar (ul.tra.cre.pi.dar)
v. fazer comentário ou crítica sobre assunto situado além de sua esfera de conhecimento. ultracrepidário, s.m., adj. indivíduo acostumado a reclamar de tudo, especialmente daquilo que não conhece; sabichão, sabe-tudo, olavo-de-carvalho. ultracrepidariamente, adv. [da expressão latina ne sutor, ultra crepidam = “sapateiro, não vás além da chinela”, através do inglês ultracrepidarian]


1 comentário

Leandro J. Quenehenn · 26 de março de 2020 às 16:27

“Ativar modo de ultracrepidação”:

1. Pelo meu histórico de atleta, sou imune ao vírus. E “opinião forte” eu também tenho, tanto que ela nunca muda.
1.2. Contaminação avança. Todo mundo terá um parente ou alguém conhecido infectado.

2. Medo (apenas medo).
2.1. Pesquisadores/cientistas alertam para os cenários possíveis (quase todos muito preocupantes).
2.2. Esquerda utiliza o 2.1 para sua práxis politica em demover a figura central do seu lugar de poder.
2.2.1. A esquerda agir assim não é bom nem ruim, é o jogo democrático.

3. Polarização sempre funciona.
3.1. A esquerda chama o discurso da direita de “inconsequente”, “anticientífico” e outros adjetivos.
3.1.1. O que é inconsequente? O que é anticientífico? Alias, o que é ciência? Não deu pra aprender porque o sucateamento da educação também é um planejamento. “Não estudei. Desculpa, não consigo entender seus postulados, Sra. Academia.”

4. Insistir no retorno à vida “normal”.
4.1 Pessoas voltam a circular (ainda que em menor numero).
4.2. Maior circulação = mais contaminação.
4.3. Contaminação aumenta. “Todo mundo terá um parente ou conhecido contaminado pelo vírus”.
4.4. Qualquer um será um possível vetor de contaminação.

5. Desespero (Sponville), o medo já ficou pra trás.

6. Desespero leva a buscar alivio e conforto.
6.1. Sou religioso e busco conforto em minha religião.
6.1.1. Atividades religiosas incluídas como serviços essenciais. (Igrejas abertas ainda que desça o apocalipse).

7. Templos lotados. Qualquer pessoa não testada é um vetor de infecção em potencial porque a contaminação acontece antes dos sintomas.
7.1 Contaminação aumenta muito entre as pessoas mais religiosas.
7.2 Aumento de casos de óbitos entre essa população.

8. Desespero.

9. Tenho medo. Tanto medo que meu desespero pode (e sempre vai) me enganar.
9.1. Começo a me simpatizar pelo 1.2 porque estou desesperado e preciso de segurança.

10. As definições de “Popularidade” foram restauradas com sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *