Patentes Patéticas (nº. 111)

bloco de notas

Você é uma dona-de-casa que vai para o mercado fazer suas compras mas não se sente segura no caminho? Você é uma moça que quer se vestir como bem entender, mas sabe que precisa se defender de alguns canalhas? Você é um jornalista que, cada vez mais, precisa se defender para fazer seu trabalho mas não quer apelar para uma arma de fogo? Não importa qual o seu caso: você só precisa ter um simples bloquinho de anotações à mão. Ao menos é o que diz Yoshiro Nakamats, inventor da Self defense weapon with memo [Arma de autodefesa com memorando]: (mais…)

“Revista de Megapodologia”

Quer ganhar dinheiro e ainda ter seus artigos acadêmicos sempre aceitos? Porque não cria seu próprio periódico científico? Parece piada universitária, mas não é. Foi exatamente isso que a veterinária norte-americana Melba Ketchum fez. Ketchum considera-se uma especialista no Pé Grande (ou Sasquatch), o folclórico grande símio da costa oeste Leia mais…

Patentes Patéticas (nº. 90)

http://www.google.com/patents/US1633978

Bigodes. Vez por outra esse tufo de pêlos que cresce sobre o lábio superior de indivíduos do sexo masculino após a puberdade volta à moda por razões obscuras. Mas quando a moda volta, costuma vir como enxurrada: de uma maneira ou de outra, todo mundo adota esse meme piloso — até quem não tem ou não pode ter bigodes, como moças e crianças (algumas mulheres são uma exceção notável).

Qualquer que seja o motivo para cultivar esse adereço facial, você certamente encontrará pequenos incômodos. Um dos principais problemas é que um bom bigode é como uma planta e necessita de uma poda precisa de vez em quando. Para solucionar esse problema, Pierre Leon Martin Victor Calmels inventou e patenteou um Apparatus for the cut of the mustache [Aparelho para o corte do bigode]: (mais…)

>Quem sabe faz a hora

> Houve uma época, no começo dos anos 1970, em que um relógio digital não saía por menos de incríveis US$ 2.000,00. Hoje em dia, com celulares e smartphones por todo lado, esses mesmos relógios já são considerados anacronismos. Menos, é claro, pelos geeks. E o que poderia ser mais Leia mais…