Em uma palavra [477]

ciclocarro (ci.clo.car.ro) s.m. Hist. Autom. veículo pequeno, de fabricação artesanal ou mesmo caseira, produzido durante e logo após a I Guerra Mundial [do inglês cyclecar, que se deve ao fato de que tais carros usavam peças de bicicletas e tinham uma aparência um tanto ciclística] 

Patentes Patéticas (n°. 98)

bicicleta eólica

Pedalar é uma opção de transporte ecologicamente correta, mas cansativa. Sempre há a possibilidade de dar uma mão na roda da bicicleta, mas as alternativas para facilitar o uso das magrelas não são lá muito sustentáveis: ou são pequenos motores de combustão, movidos a combustíveis fósseis ou são baterias que movem motores elétricos. Esta parece mais eco-friendly, mas aí você se lembra que as baterias estão cheias de metais tóxicos e que a eletricidade para carregá-las nem sempre é gerada de forma sustentável. Você quer pedalar, mas sem fazer muito esforço. Como proceder?

Use a energia dos ventos. É a sugestão do canadense James C. Hayes, criador da “Wind-assisted bicycle” [“Bicicleta com auxílio eólico”]: (mais…)

Bicicleta Ferroviária (1924)

Bicicleta ferroviária ajuda guarda a combater incêndios florestais Para permitir que membros da patrulha florestal alcancem suas áreas no menor tempo possível, veículos leves, de quatro rodas e que viajam nos trilhos dos trens, tem sido construídos. As máquinas são movidas a pedal e o usuário senta-se numa armação que Leia mais…

Patentes Patéticas (nº. 76)

image

Muito antes de bicicletas voltarem à moda por aqui e serem esmagadas por ônibus, já havia um conflito entre as magrelas e os busões. Geralmente, as ciclovias não são muito longas, nem interligadas. Para ir de um lugar a outro com uma bicleta, seria bom poder contar com os coletivos. O problema é que entrar num ônibus com uma bike é praticamente impossível. Numa tentativa de harmonizar o trânsito, J. Berchman Richard Jr. propôs um Bicycle Carriers for Buses and the Like [Suporte de Bicicletas para Ônibus e Similares], que inclui (mais…)

Patentes Patéticas (nº. 65)

http://www.google.com/patents/US634887

No finzinho do século XIX, as bicicletas estavam em alta e Samuel G. Goss, de Chicago, achou que só faltava ter música para os passeios se tornarem mais agradáveis. Como ainda não havia rádio nem gramofones portáteis — muito menos mp3-players —, a única solução que Goss encontrou foi tranformar as próprias bikes em instrumentos musicais: (mais…)