Como se formam os polímeros?

Pesquisadores da Universidade Cornell observaram a formação de um polímero nos mínimos detalhes e descobriram que as partes que o formam não se juntam tão facilmente De plásticos a proteínas, polímeros são substâncias importantes e onipresentes. Seu processo de formação é relativamente simples: pedaços de moléculas conhecidos como monômeros se Leia mais…

Corrida Minúscula

Dentro de um mês vai ser dada a largada para a menor corrida do mundo — tão pequena que vai ser preciso um microscópio eletrônico para acompanhar a prova Máquinas minúsculas, de escala molecular, são um velho tema dos contos e filmes de ficção científica mas já estão virando realidade nos Leia mais…

Martelinho de ouro neural

Levar pancadas na cabeça costuma ser perigoso, mas precisamos saber como os neurônios reagem a impactos. Para resolver isso, um trio de pesquisadoras americanas está preparando um micromartelinho. Quando duas cabeças se batem, a gente sabe bem o que acontece por fora. Primeiro vem o barulho — toc! — da Leia mais…

Ginástica no Laboratório

estica e puxa

Estica e puxa, amassa e desamassa, prende e solta, corre e pára, bate e rebate, contrai e relaxa. Cada uma no seu ritmo, as células vivas estão sempre se movimentando. Conhecemos os aspectos bioquímicos das estruturas celulares há décadas, mas seus movimentos e suas características puramente físicas sempre foram deixados meio de lado. Sempre pareceu difícil estudar os impactos do incessante estica-e-puxa que acontece dentro dos seres vivos. (mais…)

Nanomotores salgados

Parece uma imagem ruim de uma árvore vista de baixo, mas é a emissão de micropropulsor iônico vista ao microscópio. [imagem: Kurt Terhune/Michigan Tech]

A miniaturização tecnológica operou maravilhas na Terra nas últimas décadas — e graças à crescente diminuição de componentes eletrônicos que você pode levar no bolso um smartphone equivalente a uma máquina fotográfica, máquina de escrever, computador, jukebox e telefone. Agora que alcançamos os limites da miniaturização na Terra, o desafio é mandar essa tecnologia para o espaço. (mais…)

Medindo as forças de Van der Waals

Vanderval: um bom nome para uma lagartixa

Vamos voltar às aulas de química do colegial: as ligações iônicas juntam átomos por meio de atrações eletrostáticas formando moléculas. As moléculas, por sua vez, unem-se pela influência das pontes de hidrogênio (que são fortes) ou da forças de van der Waals (que é fraca). Tão fraca é a força de van der Waals que ela nem recebe muita atenção dos professores. Nem dos físico-químicos, pois essa interação só foi mensurada com precisão recentemente. (mais…)

A Bioquímica é Bela. Ainda mais com um Nobel.

bioquímica bela

Células em prófase (esq.) e anáfase (dir.), com histonas e taxas de crescimento de microtúbulos. Gráfico mostra distribuição de taxas de crescimento de diferentes estágios da mitose, numa média a partir de um grupo de 9 a 12 células. [Crédito: Betzig Lab/HHMI]

Contrações musculares. Interações celulares. Citocinese. Intérfase. Metáfase. Anáfase. Presentes nas aulas de Biologia a partir do ensino médio, esses termos designam fenômenos riquíssimos que — como algumas reações químicas bem mais simples — estão acontecendo em cada ser vivo presente neste momento. Também há muita beleza oculta nos laboratórios de Bioquímica. E ela também está sendo descoberta e observada com novas tecnologias na microscopia, que começaram a ser desenvolvidas há 10 anos por Eric Betzig. Os resultados começam a aparecer agora e são tão promissores que já lhe valeram um Prêmio Nobel. (mais…)