No calor do momento

Filtrar e armazenar algo tão fugidio quanto um gás não é mole. Para facilitar esse trabalho, cientistas do Japão criaram uma substância cujos poros podem ser regulados pela temperatura. Você precisa levar água de um lugar pra outro ou livrá-la de algumas impurezas? Para resolver esse problema, basta usar instrumentos Leia mais…

Hai-kais periódicos

Conhecido pelo tamanho diminuto e a temática elementar, esse tipo de poesia japonesa parece perfeito para descrever os elementos químicos Resumir tudo em apenas três versos de poucas sílabas. Esse é o desafio enfrentado por quem cria um hai-kai, (ou haicai ou mesmo haiku) poema tipicamente japonês. Do silêncio das Leia mais…

Genética dos Contos de Fadas

Ao aplicar o mesmo método usado para analisar genomas, pesquisadores descobrem que os contos de fadas são milenares Dois seres vivos podem ser bem diferentes na aparência e no comportamento e mesmo assim ter um ancestral em comum. É o que pesquisas genéticas têm revelado nas últimas décadas. Ao verificar Leia mais…

A Bioquímica é Bela. Ainda mais com um Nobel.

bioquímica bela

Células em prófase (esq.) e anáfase (dir.), com histonas e taxas de crescimento de microtúbulos. Gráfico mostra distribuição de taxas de crescimento de diferentes estágios da mitose, numa média a partir de um grupo de 9 a 12 células. [Crédito: Betzig Lab/HHMI]

Contrações musculares. Interações celulares. Citocinese. Intérfase. Metáfase. Anáfase. Presentes nas aulas de Biologia a partir do ensino médio, esses termos designam fenômenos riquíssimos que — como algumas reações químicas bem mais simples — estão acontecendo em cada ser vivo presente neste momento. Também há muita beleza oculta nos laboratórios de Bioquímica. E ela também está sendo descoberta e observada com novas tecnologias na microscopia, que começaram a ser desenvolvidas há 10 anos por Eric Betzig. Os resultados começam a aparecer agora e são tão promissores que já lhe valeram um Prêmio Nobel. (mais…)