Patentes Patéticas (nº. 112)

Ser fumante hoje em dia não é fácil. Quando você não é convidado a se retirar para aquele gueto de fumantes cinicamente chamado de fumódromo, você não pode fumar. Quase sempre você não é compreendido. Seria muito melhor se fumar fosse um ato individual, mas — a não ser que você use um capacete-exaustor — você vai acabar poluindo o ambiente de seus colegas fumantes. E, pensando bem, mesmo quando pode fumar, você mais desperdiça do que aproveita sua dose de tabaco em forma de fumaça. Como proceder?

Xuam M. Pham pode ter a solução. Na virada do século ele inventou um Portable cigarette smoking apparatus [Aparelho portátil para fumar cigarro]. Ao contrário do que pode parecer, não é um troço que fuma o cigarro no seu lugar: (mais…)

Patentes patéticas (nº. 101)

Em todos esses anos nessa indústria vital, essa é a primeira vez que isso nos acontece: uma patente patética sem ilustração. Mas a ideia de Yong Zou e Qiang Zou é tão simples que realmente pode dispensar desenhos ridiculamente esquemáticos. Membros de um tal de Shandong Institute for Product Quality Supervision & Inspection, os dois Zou são os criadores oficiais de uma nova droga (em ambos os sentidos do termo): Ginkgo Biloba L. leaves cigarette ou cigarro de folhas de Gingko Biloba: (mais…)