Internacionalização para além dos artigos em inglês

Por Carolina Medeiros As revistas de psicologia brasileiras, na última década, adotaram um novo compromisso com seus leitores: investir na internacionalização. A prova disso é que resumos, títulos e materiais suplementares dos artigos agora são publicados também em inglês. Porém, para Chris Fradkin, professor de psicologia da Universidade da Califórnia, para que haja uma internacionalização de sucesso,…

Mudanças à frente em direção ao acesso aberto de revistas científicas

Por Germana Barata Para iniciar 2017, o blog Ciência em Revista dará destaque não apenas à ciência publicada em revistas brasileiras e latino-americanas, mas também àquelas no qual o acesso aos conteúdos é aberto, ou seja, gratuito para o leitor. Esperamos, sobretudo num mar revolto para a ciência brasileira, que possamos destacar os debates e…

Divulgação científica é estratégia para visibilidade de revistas interdisciplinares

Por Kátia Kishi O aumento de visibilidade internacional tem sido uma meta de muitos editores científicos e, para se atingir essa visibilidade nas revistas acadêmicas, a coleção de revistas SciELO Brasil definiu novos critérios de divulgação como importante estratégia, sendo que os periódicos devem produzir press releases (textos de comunicação liberados para a imprensa sobre…

Revistas das ciências humanas sob pressão para internacionalizar seus conteúdos

Por Kátia Kishi O projeto SciELO surgiu como uma estratégia de promoção e melhoria das revistas científicas brasileiras, sobretudo das ciências humanas em acesso aberto, como forma de melhorar a circulação, visibilidade e para contribuir em debates mais amplos. Depois de 16 anos, essa biblioteca científica virtual atende a todas as áreas do conhecimento, cobre…

Acesso aberto de revistas científicas é cada vez mais desejado, mas esbarra em desafios relativos ao financiamento

Por Kátia Kishi As revistas científicas são fundamentais para a comunicação de resultados de pesquisa, mas, diante do avanço tecnológico e da globalização do conhecimento, elas passam por dilemas para se adequarem às pressões a fim de elevarem sua qualidade, com constantes problemas de financiamento, de profissionalização da equipe editorial enxuta, políticas de acesso aberto…