>Porra, New York Times!!!!

>Depois de uma errata histórica, mais correções memoráveis no New York Times: 

  • “Um artigo sobre cozinha decorativa descreveu incorretamente a apresentação do Pato Selvagem, de Michel Fitoussi, um chef de Nova York. Ao prepará-lo, Mr. Fitoussi usou um pato que já estava morto.” (5 de abr., 1981) — Ah vahhh!
  • “Um artigo sobre a queda na colheita de ostras em Long Island informou mal a tradicional regra sobre consumo de ostras. Em qualquer mês sem um ‘r’ no nome, as ostras devem evitadas, não comidas.” (20 de dez., 1998) — Tão relevante quanto evitar o consumo de manga com leite… ¬¬
  • “A legenda de uma foto sobre uma mostra da Star Trek Federation Science errou na identificação de uma figura em uma tela. Era um Klingon, não um Ferengi.” (25 de jul., 1993) — Espero que o NYT tenha contratado consultores nerds depois dessa.
  • “Uma matéria sobre primatas e videogames descreveu incorretamente um aspecto da anatomia símia. Macacos não têm polegares opositores.” (4 de ago., 1999) — Parece que alguns editores também não têm esse detalhe anatômico.

Por fim, a correção de uma notícia que mudou a vida da Big Apple: “uma legenda, mostrando um palhaço sentado em um vagão de metrô, errou a localidade. Ele estava em um trem E na Estação Lexington Avenue em Manhattan, e não em um trem G na Estação Bergen Street no Brooklin.” (20 de fev., 2000).
chevron_left
chevron_right

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment
Name
Email
Website

Skip to content