reprochar (re.pro.char)
v. t. 1. fig. esfregar algo na cara de alguém. 2. vituperar com o intuito de envergonhar ou intimidar; exprobar, objurgar, humilhar. reproche, s.m. ato de reprochar. reprochador, s.m. aquele que pratica o reproche. reprochado, s.m. aquele que é vítima de reproche. [do francês reprocher, algo como “jogar na cara de”]

Embora eu não me oponha a estrangeirismos, creio que reprochar e seus derivados seriam bons substitutos para o tão falado (quiçá banalizado) bullying. A origem também é estrangeira mas, por ser de uma língua latina, parece-me que a assimilação seria mais fácil.

Os outros verbos apresentados como sinônimos (vituperar, exprobar, objurgar) também são ótimos substitutos —  e alguns são até mesmo mais sonoros —, o que prova a inutilidade do anglicismo.


0 comentário

João Carlos · 5 de junho de 2012 às 14:48

Discordo. O termo “bullying” tem acepção mais ligada ao tormento que é submetido o alvo e deriva do significado de “brigão”, “atormentador” da gíria “bully”.
Eu prefiro o velho “atormentação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *