Perde-se a vida, mas não se perde a elegância

Na quinta-feira [passada, dia 25 de agosto] à tarde, um grande grupo de amigos, que estava a divertir-se em um convescote na pitoresca vizinhança de Boscastle, Devonshire, estava prestes a retornar para casa, quando o chapéu de Mr. Denis, um procurador que estava auxiliando duas ladies a subir na carruagem, foi levado pelo vento. Ao correr desabaladamente para recuperá-lo, o desastrado gentleman caiu do penhasco e foi imediatamente feito em pedaços. O falecido era muito respeitado. – The Times, quinta-feira, 1º. de setembro de 1853

O falecido só não foi respeitado pelo Senhor Vento e pela Senhora Gravidade…

chevron_left
chevron_right

Join the conversation

comment 0 comments
  • rafinha.bianchin

    Concordo com o Pássaro de Ressaca (se estava Bêbado no dia 30, que tal agora…)
    Mas já tive muitos problemas com ela. Principalmente quando tinha de calcular o trabalho que ela realizava derrubando blocos e objetos puntiformes.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment
Name
Email
Website

Skip to content