Em uma palavra [341]

ecatontarquia (e.ca.ton.tar.quia) s.f. Hist. Mil. 1. uma das unidades de uma falange grega. 2. bloco compacto de 16 homens de frente por 8 de fundo, armados de lanças e/ou escudos. ecatontarca, adj., era o chefe de uma ecatontarquia.

Em uma palavra [234]

decúria (de.cú.ria) s.f. 1. em desuso. grupo ou conjunto de dez indivíduos; dezena: “Encontradas duas decúrias de freiras desaparecidas”. 2. Hist. Mil. subdivisão da centúria, entre os romanos; corporação militar composta por dez soldados: “A cidade foi conquistada por apenas uma decúria”. [do latim curia = décima parte]

Em uma palavra [201]

fornilho (for.ni.lho) s.m. 1. pequeno forno ou fogareiro: “o fornilho caiu”. 2. parte do cachimbo onde arde o fumo: “o fornilho caiu…”. 3. barril de pólvora estrategicamente enterrado para explodir seu entorno; bomba, mina terrestre artesanal: “SEGURA ESSE FORNILHO!!!”. [do espanhol hornillo = forninho]

Patentes Patéticas (nº. 134)

image

É difícil encontrar algo mais simples e, ao mesmo tempo, mais sofisticado do que um estilingue. Um pedaço de madeira tripartido e tira de material elástico amarrada a duas pontas — eis um instrumento que está há milênios na memória tecnológica humana. Haveria algum modo de aperfeiçoar um estilingue? James F. White não só aperfeiçoou o estilingue como fez dele uma Combination Hunter-Fisher Survival Unit [Unidade Combinada de Sobrevivência Caçador-Pescador]:

Esta invenção relaciona-se a um artigo que foi projetado primeiramente para uso como brinquedo, por lazer, para uso na pesca e na caça e que pode ser carregado como uma unidade de sobrevivência. Mais particularmente, a invenção refere-se a uma combinação das partes que devem ser usadas conjuntamente para cada um dos propósitos intendidos ou usos da unidade. (mais…)

Os trilhões de graus da Guerra Fria

Os três grandes desastres nucleares do século XX — Hiroshima, Nagasaki e Chernobyl — são constantemente lembrados. Mas estas, infelizmente, foram apenas uma fração minúscula de todas as detonações atômicas que ocorreram desde julho de 1945, em Alamogordo, no Novo México. Para ser mais preciso, 0,146%. Para dar uma noção mais precisa do impacto do uso deliberado de armas nucleares — sempre com o fim de desenvolvê-las e demonstrar força —, o artista japonês Isao Hashimoto criou o vídeo-mapa a seguir. (mais…)

Patentes Patéticas (nº. 75)

tank

Militares que se borram em ação não prestam para nada. E quando alguém se borra dentro de um tanque, as consequências costumam ser piores, muito piores. Já que não dá para jogar o cagão para fora, que tal usar a merda como munição? Essa é a fétida ideia de Aleksadr Georgievich Semenov. Morador de São Petersburgo, Semenov é o inventor de um “Método de Remoção de Bioresíduos de um Compartimento ou Habitáculo Isolado em uma Instalação Militar e sua Implementação”. (mais…)

As Flechadas de Franklin

Em carta ao general Charles Lee datada de fevereiro de 1776, Benjamin Franklin argumentava que o exército das colônias deveria se armar com instrumentos tipicamente americanos — arcos e flechas. Franklin os considerava “boas armas, insensatamente postas de lado”. O inventor e diplomata americano apresentou seis razões para o uso Leia mais…

>Os EUA derrotariam Roma?

> Essa boa pergunta começou como uma experiência de pensamento no Reddit.com quando um usuário chamado The_Quiet_Earth postou a seguinte questão: “Eu poderia destruir o Império Romano inteiro durante o reinado de Augusto [circa 23 A.E.C.] se eu viajasse no tempo com um moderno batalhão de infantaria da Marinha dos Leia mais…