>O Paradoxo da Chuva de Amanhã

> Mas como podemos perceber a mudança da “indefinição” para a “verdade”? Ela é súbita ou gradual? Em que momento a afirmação “vai chover amanhã” começa a ser verdade? Quando a primeira gota cai no solo? E supondo que não chova, quando a afirmação passará a ser falsa? Somente no fim do dia, à meia-noite […]

>Em câmera lenta

> Em 1876, o advogado londrino Charles Bravo levou três dias para morrer de envenenamento por antimônio. Mesmo assim, ele recusou-se a dizer quem tinha sido o responsável pelo crime ou qual poderia ser o motivo. Um inquérito concluiu que era um crime premeditado. E só. Ninguém foi condenado, muito menos preso. Até hoje não […]

>Contradições Bíblicas — Matusalém e o dilúvio

>  O Dilúvio, segundo o ilustrador francês Gustave Doré Em De Civitate Dei [A Cidade de Deus], Santo Agostinho levanta uma importante questão bíblica: Como Matusalém sobreviveu ao dilúvio? De acordo com a Septuaginta, versão grega da Bíblia, o patriarca já era bem velho quando Noé nasceu; tinha 355 anos de idade. O dilúvio aconteceu […]

>"Eu não sei de nada"

> Ken Rex McElroy era o valentão da cidade de Skidmore, Missouri, nos Estados Unidos. Era um verdadeiro vilão: ladrão, estuprador e incendiário, ele acumulava dúzias de acusações criminais, mas nunca foi preso por que intimidava as testemunhas. Então, talvez não seja surpresa saber que dois de seus concidadãos tenham matado McElroy a tiros, em […]

« Página anterior
Skip to content