O mistério do Homem de Sandy Cove

sandycove-1910

Sandy Cove, Nova Scotia, circa 1910.

No dia 8 de setembro de 1863, um corpo sem pernas foi descoberto por George Colin Albright, um garoto de oito anos, na praia de Sandy Cove, Nova Scotia, no Canadá. Parecia estar ao relento há algumas horas, mas não estava morto. Aparentava no máximo uns vinte anos de idade e tossia violentamente. Quem era ele? Como ele foi parar ali? (mais…)

O Mistério do Homem de Somerton [Parte 2: Dois códigos]

somertonmana

Mr. Somerton

Em Dezembro de 1948, apareceu um homem morto na Praia de Somerton, em Adelaide, Austrália. Como vimos na primeira parte, as investigações iniciais não conseguiram identificá-lo nem determinar sua causa mortis. Pra piorar, a polícia australiana descobriu que sua morte pode estar ligada a um código aparentemente insolúvel. Até agora as tentativas de quebrar tal código não deram em nada. Mas e quanto ao corpo do Homem de Somerton? Seu código genético poderia trazer respostas? (mais…)

O Mistério do Homem de Somerton [parte 1: Circunstâncias]

SomertonMan2

Mr. Somerton

Um homem é encontrado morto numa praia, mas ninguém aparece para reconhecer o corpo. Embora seja comum que pessoas desapareçam, esse caso é o oposto: uma pessoa é encontrada, mas ninguém deu por falta dela. Esse é o enigma básico do Homem de Somerton, um dos maiores mistérios da Austrália (e talvez do mundo), que vamos apresentar numa série de três posts.

Quem era o Homem de Somerton? De onde ele veio? Como ele morreu? Muitos já tentaram responder essas perguntas ao longo das últimas décadas, com pouco sucesso. (mais…)

A Cifra de Jefferson

Nestes tempos de agências de espionagem paranoicamente oniscientes e até onilegentes é difícil encontrar um sistema de encriptação robusto e barato. Um dos melhores e mais simples foi criado por um advogado, revolucionário, diplomata, enólogo, arqueólogo e mais tarde presidente dos Estados Unidos. Além de inventar um país, Thomas Jefferson Leia mais…

>O caso Belle Gunness

> Em 1902, Belle Gunness, uma imigrante norueguesa de 42 anos comprou uma fazenda em LaPorte, Indiana, com os 8.500 dólares que recebeu do seguro após a morte de seu marido e dois de seus filhos. Não demorou muito e Mrs. Gunness casou-se novamente. Nove meses depois, seu segundo marido Leia mais…

>Os infortúnios dos irmãos Fortunato

> Em 1929, um homem bem-vestido procurou os irmãos Tony e Nick Fortunato, proprietários da New York’s Fortunato Fruit Company, uma pequena quitanda da Big Apple. O homem se apresentou como T. Remington Grenfell e disse ser vice-presidente da Grand Station Holding Corporation, a empresa que administrava a Grand  Central Station. Falando Leia mais…

>O Mistério de Pimlico

> Em 28 de dezembro de 1885, o padeiro Edwin Bartlett foi encontrado morto em sua cama, no distrito de Pimlico, em Londres. Seu estômago estava cheio com uma dose fatal de clorofórmio, mas, de modo intrigante, seu esôfago e sua laringe não mostravam qualquer sinal da queimadura que o clorofórmio Leia mais…

>O Problema de Molyneaux

Em 1690, após publicar seu Ensaio acerca do Entendimento Humano, John Locke recebeu uma carta entusiasmada de um fã. Mas o autor da carta não era qualquer fã: seu nome era William Molyneux.
William_Molyneux

William Molyneaux (1656-1698): favor não confundir com Isaac Newton.

Apesar do sobrenome, Molyneaux era um renomado “filósofo natural” e político irlandês. Casado com uma mulher cega, o ilustre fã de Locke propôs em sua carta um curioso problema: um cego que recobrasse a visão poderia diferenciar, visualmente, formas que só conhecia pelo tato?

(mais…)